Um conto de fadas circense, onde a cinderela é um palhaço, é o mote do espetáculo apresentado pelo Circo Grock Internacional durante o mês de outubro no Estacionamento da Antiga Rodoviária no centro de Rondonópolis. O espetáculo “Sonho de um Palhaço” estreia nesta sexta-feira (4), às 20h.

Na trama em que circundam acrobatas, equilibristas, malabaristas, trapezistas, mágico e ilusionista, o protagonista é um minúsculo palhaço que sonha em crescer e entrar para o mundo do circo. Com seus 50 centímetros de altura, o palhaço Espaguete adentra o mundo do circo e inicia uma viagem que mistura emoção, suspense, ação e, sobretudo, o riso.

A direção do espetáculo fica por conta da americana Anna Farfan e em seu elenco trabalham artistas do Brasil e do exterior. Os palhaços Espaguete e Ferrugem trabalharam no longa nacional “O Homem que Desafiou o Diabo”. De 04 à 27 de outubro, os espetáculos ocorrem de terça à domingo, às 20h e sábados e domingos, às 17h30 e 20h.

Leia também:  IFMT Rondonópolis abre 46 vagas para vestibular de nível superior

Vale lembrar que o Circo Grock possui ar condicionado e é todo acarpetado, trazendo conforto e segurança para o público de Rondonópolis. Além das apresentações, o Circo oferece oficinas de circo e palestras motivacionais para empresas.

Em parceria com a Prefeitura Municipal o Circo Grock, cedeu 5% dos ingressos de toda a temporada para crianças em situação de risco, que frequentem projetos sociais, isso beneficiará os alunos da rede municipal com promoções especiais, ministrará palestras motivacionais para os servidores públicos, além de reciclar todo o lixo produzido na praça de alimentação. “Circo é sonho, magia e cidadania. Um circo moderno, com visão social. Um espetáculo para toda família”, diz a organização.

Para os interessados os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do circo, R$ 20 inteira e R$ 10 meia.

Leia também:  No fim de semana tem Festival Esportivo no Parque das Águas

CIRCO GROCK

É costume do Circo Grock trabalhar com artistas locais, no caso de Rondonópolis, foram contratadas bailarinas para dançar e contracenar com artistas circenses durante o espetáculo.

Uma experiência rica, diferente e completa, já que os fundadores do Circo Grock, Gena Leão e Nil Moura, somam mais de 25 anos de picadeiro, sendo 15 deles vividos na Europa. O Grock é um Circo com extremo cuidado com a segurança e acolhimento ao seu público.

Um Circo com visão social, visto que 5% da sua bilheteria é destinada a projetos sociais da Prefeitura, na parte de educação 3 mil ingressos serão encaminhados para escolas de menor poder aquisitivo, todo o material reciclável da praça de alimentação, será encaminhado à uma organização de catadores ligada ao projeto “Recicla Rondonópolis”, 100 artistas de Roo, serão capacitados em Oficinas ministradas por integrantes do Circo e 500 profissionais da educação e esporte, participarão de uma palestra motivacional no próprio Circo Grock.

Leia também:  Rondonópolis também está com a emissão de passaporte suspensa
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.