O último dia da programação dos 12º Jogos dos Povos Indígenas, em Cuiabá, promete muita emoção ao público. Com as finais de quatro modalidades tradicionais indígenas, o sábado (16.11) será movimentado pelas disputas e a torcida dos guerreiros que lutam pela vitória. As competições começam pela manhã, por volta das 9h, e seguem até o final do dia, com encerramento previsto para 19h. O evento é realizado no Jardim Botânico, localizado na Avenida Antártica, após a Ambev, região do Sucuri.

A programação começa com a corrida de fundo, às 9h. Esta modalidade é realizada em uma eliminatória única, na qual os atletas devem percorrer uma distância de aproximadamente cinco mil metros. Haverá duas largadas: a primeira para a corrida feminina e, após 15 minutos, para a masculina. O percurso está sendo definido pela organização e os competidores poderão fazer o reconhecimento dele antes da prova.

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

À tarde, por volta das 15h30, está previsto o início das competições de arco e flecha, arremesso de lança e cabo de força. O arco e flecha é uma prova individual, e cada competidor tem direito a três tiros. O alvo é o desenho de um peixe. A distância entre o alvo e a posição do arqueiro é de aproximadamente 30 metros. A contagem de pontos é a soma de acertos em cada área do alvo. Para a final, são classificados 12 atletas com as melhores pontuações.

Outra modalidade é o arremesso de lança, que tem apenas um guerreiro por delegação.Cada atleta tem direito a três arremessos, e a contagem de pontos é feita pela maior distância conquistada. Já o cabo de força reúne equipes com dez atletas e dois reservas. Para a definição do vencedor, é usado o sistema de eliminatória simples em todas as fases.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

Além das modalidades competitivas, o evento também oferece ao público demonstrações de esportes e ritos tradicionais indígenas. Outras atrações são a oca digital, a oca da sabedoria, feiras de agricultura e de artesanato indígenas.

Idealizados pelo Comitê Intertribal, os Jogos dos Povos Indígenas são realizados em parceria com o Ministério do Esporte e o Governo de Mato Grosso, por meio Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Seel-MT), e conta com apoio da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e a Prefeitura de Cuiabá.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.