A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) divulgou nesta segunda-feira as suspensões médicas concedidas aos atletas que participaram do UFC Fight Night Combate: Belfort x Henderson, dia 9 de novembro, em Goiânia. O peso-pena Rony Jason e o meio-médio Brandon Thatch receberam as mais longas suspensões, tendo que ficar 180 dias sem lutar. O americano, que venceu Paulo Thiago por nocaute no primeiro round, pode ter o tempo reduzido após realizar ressonância magnética do tornozelo e raio-x do ombro direito.

Rony Jason foi nocauteado por Jeremy Stephens após um chute alto de direita no rosto e mais um duro soco, quando já estava “desligado” no chão, em apenas 40s de luta. Depois do combate, o brasileiro socou a parede do vestiário do Goiânia Arena, teve o braço rasgado e precisou ser encaminhado ao hospital para receber os pontos e fazer raio-x.

Leia também:  FMF confirma participação na Copa do Brasil de Seleções Estaduais Sub-20 da CBF

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.