Amanhã (29), acontece a terceira edição da Black Friday no Brasil. Durante 24 horas (entre 0h e 23h59), os consumidores vão poder adquirir produtos de aproximadamente 120 empresas, com até 70% de desconto, via comércio eletrônico (internet).

Conforme a superintendente do Procon-MT, Gisela Viana, em 2012 houve denúncias de ‘maquiagem’ de preços. “Os consumidores devem ficar atentos. No ano passado, algumas empresas aumentaram o valor dos produtos dias antes do evento para reduzir no Black Friday.”

“Quem compra pela internet deve redobrar a atenção. É importante verificar os preços cobrados antes do dia do evento para ver se de fato o preço ofertado é vantajoso para o consumidor”, alerta a superintendente do Procon Estadual, lembrando que dados como Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), endereço físico e eletrônico, canais de troca e atendimento devem estar visíveis no site.

Leia também:  Governo do Estado rompe definitivamente negociações com o Consórcio VLT Cuiabá

O consumidor também precisa verificar os procedimentos para reclamações, devolução de produtos e prazos de entrega. Além disso, o contrato deve ser disponibilizado antes da compra e o consumidor deve imprimir ou salvar em seu computador a página do site com os dados.

É importante lembrar que o consumidor tem o direito de desistir da aquisição em até sete (07) dias após a assinatura do contrato ou recebimento do produto. O cancelamento deve ser solicitado por escrito, no próprio site em que foi adquirido. “O fato de a compra ser feita em uma liquidação não elimina os direitos do consumidor”, destaca a superintendente do Procon-MT.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.