Foi uma partida quase que impecável. Nesta última quinta-feira, o Macaé teve um início de jogo até equilibrado com o Espírito Santo. Mas depois que assumiu a ponta do placar, não saiu mais – o duelo terminou em 89 a 65. Foi a terceira vitória no Novo Basquete Brasil de uma equipe que, segundo seu treinador, não para de evoluir.

O jogador com mais pontos no importante triunfo foi Duda, que anotou 17. Mas o destaque vai para a atuação coletiva do time. Ao todo, cinco jogadores marcaram mais de dez pontos – além do armador, Márcio Dornelles, Torres, Jamaal e Espinoza também alcançaram a marca.

– Acho que isso mostra o crescimento. Estamos amadurecendo jogo a jogo, dentro do processo natural de uma equipe em formação. Cinco jogadores com mais de 10 pontos mostra como o volume de jogo foi bem distribuído. Não só no ofensivo, mas principalmente com uma doação maior na defesa – analisa o técnico Léo Costa.

Leia também:  Reway estará em jogo das eliminatórias da Copa do Mundo

O número de rebotes aproveitados pelo Macaé também chamou atenção. No total, foram 41: 12 ofensivos e 29 defensivos. O adversário, por exemplo, anotou apenas 21. Isso tudo, segundo Léo Costa, não foi por acaso.

– A gente conversou muito sobre isso (rebotes) antes do jogo. E surtiu um efeito muito grande. Na defesa, nós recuperamos bolas que nos deram uma segunda chance de atacar. Foi um dos nossos melhores jogos – concluiu.

Após o duelo, o elenco do Macaé embarcou direto para Belo Horizonte, onde enfrentará o Minas neste sábado, às 18h.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.