O projeto que criaria 24 novas taxas para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) foi derrubado na quarta-feira (4), na 1ª votação, pelos vereadores de Rondonópolis. Segundo o projeto, seriam criadas taxas para vários serviços realizados pela Secretaria como, por exemplo, a autorização para cortes de árvores.

As taxas iriam colaborar com o orçamento municipal já que muitos destes serviços oneram a administração que tem que contratar a Coder ou serviços terceirizados.

Segundo informações de uma fonte da Coluna BASTIDORES a decisão dos legisladores municipais é um reflexo dos atritos causados pelo secretário Municipal de Meio Ambiente, Lindomar Alves (PV) com boa parte dos vereadores.

Durante o período de tramitação do projeto na Câmara, Lindomar foi convocado para prestar esclarecimentos, mas de acordo com o vereador Mauro Campos ele fez pouco caso, “Ele fez vistas grossas quanto ao projeto”, revelou.

Leia também:  PSL fecha com Pátio e base pula de 10 para 12

Agora o incêndio criado por Lindomar terá que colocar em ação os “bombeiros” do Paço Municipal para impedir que o episódio não abale a relação entre a Câmara e o Executivo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.