A Justiça Estadual homologou o acordo assinado entre a Prefeitura de Pedra Preta, o Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT) e a Saneamento Básico de Pedra Preta, que prevê prazos para a implantação da rede de esgotamento sanitário e melhorias no sistema de abastecimento de água no município.

De acordo com o termo, 60% da população urbana de Pedra Preta terá acesso à rede de esgotos até dezembro de 2015, chegando a 90% em 2018. O início das obras foi marcado para junho do próximo ano. Além disso, a concessionária se comprometeu a concluir a implantação de uma Estação de Tratamento de Esgoto provisória na Cohab em 60 dias.

Diretor-presidente da Saneamento Básico de Pedra Preta, Julio Moreira destaca que a homologação é mais uma garantia de que o 2º termo aditivo ao contrato de concessão, que foi firmado no mês de agosto, será cumprido. “A negociação do aditivo com o Executivo Municipal foi pautada pelo compromisso mútuo em oferecer mais qualidade de vida e saúde aos cidadãos e essa será nossa meta”, afirma ele.

Leia também:  Inicia neste domingo 1º de outubro o período proibitivo da Piracema

Moreira destaca ainda a importância ambiental do acordo. “Com a implantação da rede e o tratamento dos efluentes, estamos contribuindo com a preservação do meio ambiente, afastando o risco de contaminação do solo e das águas”.

O aditivo também previa a substituição da rede de amianto do sistema de fornecimento de água. A troca foi realizada pela empresa em outubro, quando o munícipio ganhou mil e oitocentos metros de novas tubulações.

Desde 2012, a Saneamento Básico de Pedra Preta é administrada pela holding Nascentes do Xingu. Nos últimos meses, a empresa investiu no sistema de abastecimento de água da cidade, realizando obras de interligação de redes, setorização e melhorias nos poços tubulares profundos. Atualmente, 4.800 residências recebem água tratada com regularidade.

Leia também:  Dono de cervejaria se oferece para pagar advogado de "renome" para Silval
Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anterior30 anos de Paula Fernandes
Próximo artigoRobin Hood às avessas

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.