Mais de 70 chefes de Estado e governo são esperados na África do Sul esta semana para comparecer aos eventos do funeral do ex-presidente Nelson Mandela, e a maioria deve participar de uma grande homenagem em Johanesburgo na terça-feira (10), disseram autoridades.

“O mundo inteiro está vindo para a África do Sul”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Clayson Monyela.

Depois da homenagem, que está sendo considerada uma das maiores reuniões de líderes globais na história recentes, apenas alguns dignitários irão ao funeral de Estado de Mandela em seu vilarejo de origem, Qunu, em Cabo Oriental, acrescentou o porta-voz.

“Estamos tentando manter a cerimônia para a família”, disse Monyela à Talk Radio 702.

Leia também:  Presidente da Rússia parabeniza Assad pela luta contra o 'terrorismo'

A presidente Dilma Rousseff viaja nesta segunda-feira ao lado dos ex-presidentes José Sarney, Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva para acompanhar os eventos do funeral de Mandela.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.