Se Anderson Silva vencer Chris Weidman e retomar o cinturão do peso-médio do Ultimate, uma lista de lutadores o aguarda para o próximo desafio. Não só os de MMA, mas também uma estrela do boxe americano. Roy Jones Jr. tinha uma luta contra Bobby Gunn marcada para o dia 18 de dezembro, mas ela foi cancelada. Para não perder o ritmo, ele então aceitou um outro combate, no dia 22 do mesmo mês, em Moscou, contra Zine Eddine Benmakhlouf.

– Eu quero estar pronto para Anderson Silva, caso ele vença (Chris) Weidman. Silva deixou claro que se ele ganhar, quer me enfrentar em seguida. Estou aqui para ele. Essa é uma luta que intriga muita gente, e eu não posso lutar contra Anderson Silva vindo de uma longa pausa. Então é necessário ter uma luta antes. Se não fosse por Anderson Silva me desafiando, eu não faria essa luta – disse o pugilista ao site do canal americano “ESPN”.

Leia também:  Filho de Romário é contratado para reforço em 2018 no Figueirense

Em toda a sua carreira no boxe, Roy Jones Jr. obteve 56 vitórias, sendo 40 por nocaute, e sofreu oito derrotas. Foi campeão mundial entre os médios, super-médios, meio-pesados e até entre os pesos-pesados, este último pela Associação Mundial de Boxe. Em janeiro, ele vai completar 45 anos, enquanto Anderson Silva vai fazer 39 em abril.

O duelo entre Anderson Silva e Chris Weidman será também no fim deste ano. O Spider vai fazer a luta principal do UFC 168 no dia 28 de dezembro, em Las Vegas (EUA). Em julho, Weidman tirou o título do brasileiro com um nocaute no segundo round.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.