O secretário administrativo do SINTECT/MT, Jonas Oliveira – Foto: Ricardo Costa/AGORA MT
O secretário administrativo do SINTECT/MT, Jonas Oliveira – Foto: Ricardo Costa/AGORA MT

A Assembleia Geral do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios, Telégrafos e Serviços Postais de Mato Grosso (SINTECT/MT), que será realizada na noite desta quarta-feira (29) poderá deflagrar a greve nacional da categoria que terá início amanhã.

O secretário administrativo do SINTECT/MT , Jonas Oliveira, afirmou que já existe um indicativo de greve e os trabalhadores de Rondonópolis, Cáceres, Tangará da Serra, Sinop, Barra do Garças e Cuiabá devem se reunir ainda hoje para decidir pela deflagração ou não da greve nacional. Porém o sindicalista afirma que é bem provável que a paralisação aconteça.

Dentre as pautas de reivindicação estão a não retirada do beneficio do Plano de Saúde por parte da empresa, o calote do PCCS 95 e a entrega só pela manhã para os carteiros são as 3 pautas que unificam a greve em todo o Brasil.

Leia também:  Inscrições para expositores já estão abertas

Caso a maioria dos trabalhadores opte pelo início da greve nesta quarta-feira (29) os serviços serão suspensos a partir das 22 horas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.