Valorizado por ser um dos mais aguerridos competidores do surfe mundial, Adriano de Souza, o Mineirinho, causou confusão na etapa de abertura do WCT, a elite do surfe mundial, que está acontecendo na Gold Coast, na Austrália. O brasileiro foi acusado de se chocar propositalmente com Jeremy Flores, enquanto o francês pegava uma onda durante a bateria entre eles pela terceira rodada da competição, na tarde desta segunda-feira (madrugada no horário de Brasília).

Flores reclamou muito, mas, como a prioridade de escolher a onda era do paulista, o gringo foi punido pelos juízes com uma interferência, sanção que tira a segunda nota da soma de um surfista, tornando muito difícil a vitória em uma bateria. Assim, Mineirinho venceu com facilidade por 14,00 a 5,33 pontos de 20 possíveis, e avançou para a quarta rodada.

Leia também:  União tem desafio diante do Luverdense em Lucas

– É triste perder assim. Ele dropou em mim, foi lamentável. Foi a pior atitude antidesportiva, mas eu não esperava nada dele. Precisar disso para vencer uma bateria é muito ruim. Aprendi que quando estiver em uma próxima bateria contra ele eu devo remar sobre ele, devo usar meus cotovelos – esbravejou Jeremy, em entrevista logo após a bateria.

Pouco depois, Flores usou o seu perfil em uma rede social para ironizar a sua derrota.

– Tudo o que você precisa fazer quando tiver a prioridade é esperar alguém dropar e pular em cima dele! Nova estratégia para o ano.

Questionado sobre o assunto, Adriano se defendeu e disse ser amigo do francês. De acordo com o brasileiro mais consistente nos últimos anos no WCT, saber usar a prioridade faz parte da estratégia para vencer baterias.

Leia também:  1º Campeonato de Futebol Amador está com inscrições abertas até segunda

– Jeremy e eu somos bons amigos, mas também muito competitivos. Eu vi o potencial naquela onda e sabia que era uma grande oportunidade para ele entrar na disputa, então eu usei a minha prioridade. Mas quando eu vi a prancha dele sob os meus pés, eu senti que algo estava errado – comentou Mineirinho, após a bateria.

Na quarta rodada, cuja realização depende das condições do mar, Adriano de Souza vai encarar o astro americano Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, e o australiano Josh Kerr. Quem vencer, vai direto para as quartas de final. Os perdedores ainda disputam uma repescagem.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.