O Mixto protocolou nesta quinta-feira um ofício que pede a verificação dos cartões recebidos pelo volante Natan, do Cuiabá, por estar atuando de forma irregular no Campeonato Mato-grossense. O atleta levou um cartão vermelho direto, quando ainda atuava pelo CEOV (Clube Esportivo Operário Várzea-grandense) no duelo contra o Rondonópolis, pela Copa Mato Grosso, no dia 27 de outubro de 2013.

Como essa foi a última partida do Operário na competição, o atleta teria que cumprir no Estadual 2014. Já com a camisa do Cuiabá, Natan não foi relacionado na primeira rodada do Dourado, na derrota para o Rondonópolis.

O supervisor de futebol do Mixto, Enrico Zanetti, afirmou que o presidente Éder Moraes recebeu a denúncia de que Natan não teria cumprido a suspensão, mas admitiu que o atleta pode estar regular.

Leia também:  Seleção masculina de futsal brasileira disputará amistosos em Mato Grosso

– Ele me pediu para protocolar o pedido para verificação desses cartões. Por ora, não cogitamos paralisar o campeonato. Depois eu vi no site da Federação Mato-grossense de Futebol, que ele não foi escalado na primeira rodada. Vamos aguardar – disse Zanetti.

Segundo o presidente do TJD-MT (Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso), João Vicente Scaravelli, a denúncia ainda não chegou em suas mãos, mas não vê motivo para paralisar o campeonato.

– Não sei qual o teor do documento, teremos que analisar as súmulas e o que o Mixto pede. Não vejo amparo para a paralisação do campeonato. Pelo que vi, o Natan cumpriu a suspensão.

No Cuiabá, o vice-presidente Cristiano Dresch, garante que o atleta está regular e que isso não vai atrapalhar o clube.

Leia também:  Antigo Luthero vira cult e ganha lembrança especial do torcedor

– Nós já tiramos o atleta da primeira rodada do Estadual 2014 e ele ficou liberado. O Mixto está sendo mal assessorado – relatou.

A única possível pendência seria quanto a disputa da Segunda Divisão do Campeonato Mato-grossense, já que algumas súmulas não estão no site da FMF. Porém, Scaravelli afirmou que isso pode ser interpretativo.

– Já seria um outro campeonato a Segunda Divisão. O atleta atuou a Copa Mato Grosso inteira e já trocou de clube – finalizou.

Chumbo trocado

Em 2012, foi o Cuiabá quem denunciou um atleta irregular do Mixto. Na época, o volante Jean Carlo foi escalado, mesmo com quatro cartões amarelos. Porém, o TJD-MT absolveu o clube para disputar a semifinal contra o Dourado. O estadual chegou a ser paralisado na ocasião. Em campo, o Cuiabá eliminou o Mixto e disputou a final contra o Luverdense, mas acabou com o vice-campeonato.

Leia também:  União aposta em Ricardo para bater o Cuiabá
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.