O vereador Reginaldo Santos (PPS) afirmou em meio à sessão ordinária desta quarta-feira (26) estar preocupado com o fim dos trabalhos de algumas creches da Cáritas Diocesana, idealizadas pelo padre Lothar Bauchworitz e que há anos atende famílias na região da Vila Operária.

Apesar da incorporação de alunos na rede pública, já anunciada pelo Município, o parlamentar teme que alguns bairros fiquem ‘descobertos’ no que tange a unidades de ensino infantil e protocolou uma indicação para a construção de três creches nos bairros Luz D’yara, Padre Rodolfo e Jardim Itapuã. Santos ainda quer mais duas unidades: uma para atender a demanda do Ananias Martins e Alfredo de Castro e outra para beneficiar famílias na região do Atlântico.

Reginaldo afirmou que já falou em algumas oportunidades para a atual secretária de Educação de Rondonópolis, Ana Carla Muniz, sobre a necessidade dos cinco investimentos e afirmou que o assunto será tratado em uma reunião que terá na semana que vem com a primeira-dama. “No mundo em que vivemos, onde pai, mãe, irmão, todos trabalham, não há como mais se pensar em um equilíbrio de uma família se não houver este amparo principalmente para as crianças pequenas.

Leia também:  Rondonópolis em luto; cidade perde Mariazinha Saddi

A secretária sabe disso, visto que esta gestão entregará até o fim de 2014, com as unidades já entregues e as que ainda virão a ser, cerca de 4 mil vagas na educação infantil. Mas tem alguns bairros onde a situação está ficando urgente e é por estes que estamos pedindo”, comentou.

Apesar de dizer que confia no planejamento que o Município está realizando no setor da educação, Reginaldo analisa que é papel do vereador auxiliar os secretários no levantamento das demandas. “A Secretaria de Educação vem trabalhando muito bem. Ano passado a gente viu no final do ano praticamente todas as unidades de educação infantil ganhando seu próprio parquinho, muitos entraves com o Governo Federal foram vencidos, mais de 30 salas estão sendo construídas em escolas e outros avanços ocorreram.

Leia também:  Debate para aplicação de quase 1 bilhão do orçamento municipal de 2018 começa nesta terça

Mas a demanda popular chega no vereador talvez com mais velocidade, por meio das lideranças comunitárias que nos procuram e pelas visitas diárias que fazemos nos bairros. Entendo que a contribuição da Câmara é muito grande neste sentido”, avalia.

O vereador afirmou que existem outras localidades que também precisam de uma creche, mas ratifica que os bairros que indiciou ao Executivo têm características para ser uma referência microrregional. “Quando digo Luz D’yara também englobo Jardim Kênia e região. O mesmo acontece com o Padre Rodolfo. No caso do Itapuã, as famílias da Vila Iracy, Primavera e Ipiranga poderão matricular seus filhos na creche, vindo ela a ser construída. No Alfredo de Castro e Ananias Martins moram pessoas de baixa renda e que precisam desta atenção do Poder Público. Já a região do Atlântico, Europa, Cidade de Deus e tantos outros bairros vizinhos é a que mais cresce em Rondonópolis. Temos que acompanhar este crescimento com qualidade de vida”, finalizou Reginaldo.

Leia também:  Anthony Garotinho é preso no Rio de Janeiro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.