Com a pré-candidatura ao Senado, homologada pelos delegados do Partidos dos Trabalhadores, Vicente Vuolo diz que o partido chega mais forte na mesa de negociações com os 11 partidos da base aliada para negociar a composição da chapa majoritária.

Para ele garantir o PT na disputa ao Senado é tão importante quanto concorrer ao governo de Mato Grosso. “A candidatura ao Senado é importante para garantir a governabilidade da presidenta. O partido precisa olhar com carinho para essa questão e estender as duas candidaturas na mesa de negociação. O senado é minha casa, meu dia-a-dia, trabalho nas comissões, projetos e medidas provisórias. Com mandato posso ajudar mais Mato Grosso”, disse Vuolo que há 15 anos trabalha em Brasília.

Leia também:  Assaltantes fazem buraco em parede e tentam furtar banco

Ele analisa que o PT de Mato Grosso não tem representante da classe trabalhadora na capital federal. “Isso deixa os companheiros desassistidos. O Carlos Abicalil era para ter sido ministro e não foi por não ter suporte, mas outros partidos aliados indicaram as composições dos ministérios. Quem vai apoiar projetos sociais sem barganha? Senti-me na obrigação de colocar o nosso nome e fazer uma campanha modesta e com ética”.

Vuolo avalia que esta na hora do partido retomar o compromisso com os movimentos sociais, indígenas e negros.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.