As candidaturas de Lúdio Cabral ao governo do Estado de Vicente Vuolo ao senado federal foram homologadas durante o Encontro Estadual do PT, onde os 230 delegados eleitos em novembro durante o Processo de Eleição Direta da legenda e a decisão tomada por eles é a instância máxima em Mato Grosso.

Os delegados do partido deixaram em aberto a possibilidade de firmar alianças e deu carta branca ao diretório para firmar acordos com outras legendas, levando em conta que a prioridade número 1 é a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

“O PT MT vincula as alianças no âmbito estadual ao objetivo prioritário da composição de um palanque único de apoio exclusivo à reeleição da Presidenta Dilma. O arco de aliança prioritário para o PT realizar as coligações majoritárias e proporcionais, decorrente da diretriz acima, é a base de apoio aos Governos Dilma e Silval Barbosa, formada pelo PMDB, PR, PSD, PP, PROS, PCdoB, PRB e PSC. Tendo como premissa a construção de candidaturas no interior do arco de aliança, em um ambiente de dialogo e entendimento político, o PT MT admite a possibilidade de apoiar candidaturas majoritárias de outro partido”, diz a resolução aprovada.

Leia também:  Deputado Gilmar Fabris é afastado e PF cumpre mandado de prisão

O evento foi prestigiado pelos deputados federais Carlos Bezerra (PMDB) e Valtenir Pereira (PROS). Durante a abertura, o deputado estadual Ademir Brunetto (PT) defendeu a homologação da candidatura de Ludio, que lidera as pesquisas e é o melhor nome para o momento.

Embora em Mato Grosso o PT não tenha lançado candidatura própria ao governo do Estado desde as eleições de 2002, o estado não é prioritário para liderar uma cabeça de chapa, como no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

Durante o debate foram estabelecidas duas resoluções, uma do grupo de apoiadores de Lúdio Cabral, no qual excluía o nome de Vuolo como candidato e outra da corrente Novo Brasil, de Alexandre César e do presidente do diretório regional, William Sampaio com a propostas de ter as duas opções de nome para compor a chapa majoritária.

Leia também:  Nos bastidores, Pátio prepara mudanças no secretariado

O grupo de Alexandre e William venceram por 97 votos a 71, depois que foram abertos os questionamentos dos militantes.

O deputado Alexandre Cesar ressaltou que o partido, no estado, tenha a noção da responsabilidade de garantir a reeleição da presidenta e destacou que a oposição tenta desmoralizar a sigla por saber da grandeza do trabalho realizado pelo governo petista. “Não tenho dúvida que o PT de Mato Grosso, com toda experiência que adquiriu e vai ter a clareza para fazer o melhor por este projeto de continuarmos no comando do país”, afirmou.

Ao final do encontro, o presidente do partido, Willian Sampaio, avaliou como positivo o encontro que mostrou que o PT tem uma hierarquia de prioridades e tem bons nomes em condições de disputar o governo e o Senado. Ele lembrou que o PT também não fechou as portas para uma aliança e nem apoio a candidatos de outros partidos, além de dar a autonomia ao diretório para conduzir as conversar com aliados.

Leia também:  Pátio nega disputar cargos em 2018 e foca no mandado de prefeito

A definição dos delegados será encaminhada a direção nacional do PT.

Base aliada – A definição do PT será levado na próxima reunião da base aliada, no dia 28 de abril. O deputado federal Wellington Fagundes é que está coordenando a realização da reunião.

Lúdio disse que apesar do apoio dos militantes, sua candidatura não será uma impsição “Temos que respeitar todas as pré-candidaturas do grupo e na mesa de negociações colocar todos em condições de igualdade, fazendo a melhor leitura para definir as composições de chapa. Apresentaremos o nome aos partidos e a pesquisa será apenas uma das formas para a escolha”.

O deputado federal Ságuas Moraes solicitou que no máximo em 30 dias haja una definição do grupo aliado, para garantir o fortalecimento do nome escolhido.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.