Bradesco, Caixa, Citibank, HSBC, Itaú Unibanco e Santander vão consolidar seus terminais de autoatendimento. As instituições divulgaram a assinatura de um novo acordo de acionistas para a empresa Tecnologia Bancária (Tecban) que prevê que, em até quatro anos, os terminais que estão fora das agências serão substituídos por terminais da Rede Banco24Horas, geridos pela Tecban.

Com o novo modelo, o objetivo é aumentar a eficiência e a capilaridade a partir da consolidação das redes. O negócio ainda deverá ser aprovado pelos órgãos reguladores.

Não é de hoje que os bancos pensam em compartilhar suas máquinas de saques, extratos e consultas de saldo. O projeto de uso comum dos caixas eletrônicos começou em 2003, quando Marcio Cypriano chegou à presidência da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Leia também:  Produção de petróleo e gás natural cresce no país em setembro

A Tecban, empresa responsável pelos terminais, espera que mais de 11 mil caixas eletrônicos de bancos localizados fora das agências possam ser trocados pelos da Rede24Horas.

“Onde os acionistas quiserem manter [caixas eletrônicos] de forma individual, manterão. A Tecban assumirá uma parte representativa. Mas o projeto não é migração, é uma expansão do Banco 24 horas. Vamos expandindo onde é importante a Tecban estar presente, onde há atratividade. Não vamos fazer todos os pontos, há pontos em que há interesse do banco de preservar”, disse o diretor-geral da Tecba, Jaques Rosenzvaig.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.