O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou ontem (20) o “terrível ataque” do Exército israelense no bairro de Shahaiya, em Gaza, e apelou a Israel para “fazer mais” a fim de poupar os civis palestinos.

O secretário-geral falou em Doha, no Catar, durante uma coletiva de imprensa conjunta com o ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Mohamed al Atiya, sobre a ofensiva militar israelense em Gaza, que já deixou mais de 400 mortos do lado palestinos e 20 do lado de Israel, sendo 18 deles soldados.

Ban Ki-moon, que está em viagem ao Oriente Médio, pediu às duas partes envolvidas no conflito para respeitarem os direitos humanos e a Israel, que se contenha e proteja os civis em Gaza. O ministro do Catar também condenou os ataques, que classificou de “massacre”.

Leia também:  O ex-executivo do Facebook larga tudo e prepara refúgio em ilha para sobreviver a 'apocalipse tecnológico'
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.