Bogé sempre foi conhecido por seu estilo marcador. Passou três anos seguidos no Cuiabá e nunca havia marcado um gol. Foi para o CRB-AL no início de 2014, mas voltou para a disputa da Série C. Eis que neste domingo, seu primeiro gol com a camisa do Dourado fosse pelo ex-clube. Na comemoração, homenageou seu irmão, que faleceu há quatro meses.

– Estou muito feliz, estava precisando desse gol. Meu irmão faria 43 anos essa semana e com o gol pude homenageá-lo. Minha mãe está internada há duas semanas e minha família está sofrendo muito. Esse gol serve para amenizar nossa dor. Ele veio no momento certo, após quatro anos vestindo essa camisa do Dourado – disse Bogé.

Leia também:  Luve perde e está de volta à Zona da Degola

Na comemoração, o camisa 5 acabou levando o cartão amarelo por tirar a camisa e foi expulso no segundo tempo, após cometer uma falta.

– Valeu o cartão, pois na hora do gol eu só pensei em extravasar. Foi muito emocionante. Acabei expulso, mas meus companheiros conseguiram segurar o resultado.

O volante ainda comentou sobre sua rápida passagem pelo CRB-AL e cutucou o ex-treinador Eduardo Souza.

– Tive esse problema familiar e somado a isso não entedia muito a posição da comissão técnica. Eu joguei a primeira partida da semifinal do estadual, mas não fiquei nem no banco contra o São Paulo, na Copa do Brasil. Aí no jogo seguinte fui para o jogo de novo e foi difícil de entender. Mas não guardo mágoa, hoje estou feliz no Cuiabá.
Com a vitória, o Cuiabá ultrapassou o CRB-AL na tabela e assumiu a vice-liderança do grupo A, com 14 pontos. Na próxima rodada, visita o CRAC-GO.

Leia também:  Derrota diante do Dom Bosco gerou prejuízo financeiro ao União

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.