Uma festa regada a álcool e drogas foi fechada pela Delegacia Especializada do Adolescente (Dea), da Polícia Judiciária Civil, com apoio de policiais militares, no bairro Altos da Serra, em Cuiabá. No local, os policiais flagraram mais de 60 pessoas, sendo 31 meninas, a maioria adolescentes, entre outros meninos menores de idade.

O dono da casa, de 31 anos, dois organizadores, ambos de 18 anos, e um adolescente de 15 anos, foram conduzidos à Delegacia do Adolescente da Polícia Civil e os maiores autuados por tráfico de drogas e corrupção de menores. O menor irá responder por ato infracional análogo aos mesmo crimes.

De acordo com policiais da DEA, das garotas encontradas na casa, 29 tinham idade de 12 e 17 anos e estavam faltando aula na escola para participar da festa, organizada via página no Facebook. No terminal do CPA 3, uma adolescente orientava os convidados como chegar até a festa, inclusive indicando qual ônibus tomar. O valor do ingresso era R$ 5,00, e cada participante levava sua consumação.

Leia também:  Prazer fatal | Homem morre dentro de quarto de motel em Rondonópolis

A festa acontecia em uma casa, de muros alto, cerca elétrica, portão eletrônico e câmeras de vigilância. Dentro haviam duas piscinas em que algumas meninas tomavam banho de biquíni, churrasqueira, freezer com bebidas destiladas como whiskey, rum, vodca, além de cerveja e energéticos, e um salão onde o som era comandado por um DJ.

Na “batida”, autorizada pela 1ª Vara Especializada do Adolescência e Juventude, os policiais apreenderam na festa clandestina mais de 30 litros das bebidas e oito narguilés, cachimbo de origem árabe usado para fumar, porções de pasta-base, e conduziram à Delegacia quatro responsáveis pela organização do evento teen, além dos adolescentes que se encontravam na casa.

Leia também:  Mulher morre e homem é baleado após discussão em Pedra Preta

Segundo as investigações, a festa deveria ter acontecido no dia 4 de setembro, mas devido a um problema na casa foi adiada para esta quinta-feira. Está não é a primeira vez que a Dea flagra festas teens clandestinas na Capital.

A operação que acabou com a festa ocorreu no final da tarde de quinta-feira (11). Os maiores foram encaminhados a uma unidade prisional de Cuiabá e o menor encontra-se na Delegacia aguardando decisão da Justiça.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.