Quem disse que trabalho não é diversão? Enquanto alguns pilotos fogem eventos promocionais às vésperas dos GPs, Felipe Massa teve uma quinta-feira descontraída em Cingapura. Antes de pisar fundo no circuito de Marina Bay, o brasileiro da Williams acelerou no clássico jogo de vídeo-game “Mario Kart”. Seus desafiantes foram pequenas crianças e Massa fez valer a experiência, vencendo a brincadeira.

Em seguida, em entrevista à agência de notícias Reuters, Massa mostrou otimismo com a boa fase da equipe britânica. Após ajudar a Williams a ultrapassar a Ferrari no Mundial de Construtores ao subir ao pódio na Itália, o piloto paulista agora mira a RBR, vice-líder da temporada, atrás apenas das quase imbatíveis Mercedes. Restando seis etapas para o fim do campeonato, a Williams está com 177 pontos, 15 pontos à frente da Ferrari e 95 atrás da RBR. Para Massa, a missão é difícil, mas não impossível. Confira a classificação completa.

Leia também:  MT fatura ouro e prata na luta olímpica dos Jogos Escolares

– Estamos planejando reduzir a diferença a cada corrida para chegar na BR que está um pouco longe, mas nunca se sabe. Tudo pode mudar muito rápido na Fórmula 1 em duas ou três corridas. A situação é diferente. Talvez a gente tenha a oportunidade de lutar pelo segundo lugar. Acho que o trabalho que estamos fazendo este ano está indo muito bem – analisou o brasileiro.

O próximo desafio da Williams na caça à RBR, no entanto, será um dos mais complicados do ano. Diferentemente das velozes pistas de Spa-Francorcorchamps e Monza, palco da duas etapas anteriores, o circuito de rua de Cingapura é um dos mais travados do calendário. E por exigir muita carga aerodinâmica, favorece mais aos carros da RBR.

Leia também:  Derrota diante do Dom Bosco gerou prejuízo financeiro ao União

– Acho que Cingapura sempre é uma corrida difícil, uma pista diferente. Não é a melhor pista para nós. Realmente espero que a gente possa lutar de novo pelo pódio – completou o piloto.

Apesar de sonhar com o pódio, o histórico de Massa em Cingapura não é dos melhores. Em cinco corridas disputadas em Marina Bay – todas pela Ferrari – , o brasileiro tem como melhor colocação um sexto lugar, em 2013.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.