JOGOS ESCOLARESA delegação mato-grossense voltou vitoriosa e comemorando a conquista do pódio nos Jogos Escolares da Juventude, evento que reúne milhares de alunos-atletas de instituições de ensino públicas e privadas de todo o país. Ao todo, foram 12 medalhas, sendo oito no atletismo, duas no ciclismo, uma no judô e uma na luta olímpica. As competições individuais terminaram neste fim de semana, em Londrina (PR), e a equipe do Estado ainda celebrou um recorde no atletismo.

O destaque dos Jogos ficou para a atleta Kauany Piovesan, de Sorriso, que quebrou o recorde dos Jogos Escolares da Juventude na categoria lançamento de dardo. A adolescente de 14 anos, da Escola Municipal Prof. Ivete Arenhardt, estabeleceu a marca de 44,55 metros. Em cinco arremessos, a atleta bateu a própria marca quatro vezes, até chegar à distância final.

“Fiquei muito surpresa com essa marca. Desde os 7 anos eu competia nos 75 metros livre, uma prova de pista. No ano passado, por acaso, um dia lancei o dardo de brincadeira na escolinha. Um professor viu e achou que eu levava jeito. Comecei a treinar, gostei da modalidade, e agora quero evoluir cada vez mais para poder representar o Brasil em competições internacionais”, destacou Kauany.

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

Além do ouro de Kauany, o atletismo levou mais sete medalhas e registrou uma dobradinha nos 1.000m feminino, com a conquista de um ouro e uma prata na mesma prova. As outras foram duas pratas e quatro bronzes.

No ciclismo, Kamyla Martins e João Victor Soares Schutze conquistaram medalhas de prata e bronze, respectivamente. Ela competiu nos 500 metros e alcançou o tempo de 39s913, representando a CME Silvio Paternez, de Tangará da Serra. Jão Victor, da CME Prof José Nodare, também de Tangará da Serra, levou o bronze na prova por pontos.

A indígena Larissa Tywaki conquistou bronze na luta olímpica. Competindo na categoria médio (45 a 52 kg), a atleta da Escola Indígena Kura Bakairi, de Paranatinga, venceu adversidades para manter-se no esporte. “Larissa é uma atleta muito determinada, conseguiu treinar apenas uma vez por mês desde que começou na luta, há seis meses, pois mora a 120 quilômetros da cidade e a dificuldade com transporte é muito grande”, destacou o presidente da Federação Mato-Grossense de Jiu-Jitsu e Lutas Associadas, Francisco Fernandes Junior.

Leia também:  Estreia de Pelé pela seleção brasileira completa 60 anos

Outra modalidade que se destacou nos Jogos Escolares da Juventude foi o judô, cuja atleta Aymê Lima Toledo conquistou bronze na categoria meio leve (-44 kg).

JOGOS ESCOLARES DA JUVENTUDE

As competições em Londrina recomeçam amanhã (09.09) para as modalidades coletivas basquete, vôlei, futsal e handebol. As competições continuam na cidade até o dia 13 de setembro. Essa etapa dos jogos, voltados para os atletas de 12 a 14 anos de idade, reúnem alunos/atletas de 1.350 escolas de todo o país.

As competições ocorrem em 13 modalidades esportivas, sendo nove individuais e quatro coletivas. As individuais foram concluídas neste fim de semana, nas modalidades atletismo, badminton, ciclismo, ginástica rítmica, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa e xadrez. A etapa em Londrina conta com participação de 4.660 pessoas entre atletas, técnicos e dirigentes dos  estados brasileiros, mais o Distrito Federal e uma delegação de Londrina.

Leia também:  Luverdense fica no empate com o Paraná

Os Jogos Escolares da Juventude são organizados e realizados pelo Comitê Olímpico do Brasil, correalizados pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo, com apoio da Prefeitura de Londrina e patrocínio máster da Coca-Cola.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.