Aproximadamente seis mil estudantes devem participar nesta sexta-feira (7), em Barra do Garças, do evento de premiação da I Mostra de Vídeo Estudantil, com o tema “Enfrentamento à Violência Doméstica contra a Mulher”. A solenidade será realizada a partir das 18h, na Arena do Porto do Baé. A iniciativa é resultado de uma parceria entre Ministério Público, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Polícias Civil e Militar, Secretarias de Educação, Saúde e Ação Social do município e universidades.

De acordo com a promotora de Justiça Luciana Rocha Abrão David, 13 vídeos concorrem à premiação. O material, produzido pelos próprios alunos, ficou à disposição para votação durante o mês de outubro, no blog (www.rededefrentebarrapontal.blogspot.com.br). A escolha será feita mediante análise do júri popular e técnico.

Leia também:  PM leva mais de 1.300 policiais às ruas em ações preventivas e de repressão à violência

Conforme o edital, concorrem à premiação , produções de estudantes do ensino fundamental, médio e superior. Para o primeiro lugar de cada categoria no júri popular será entregue prêmio em dinheiro no valor R$ 1 mil, troféu e até cinco medalhas. Os demais colocados vão receber troféus, medalhas e certificados. Em relação ao júri técnico, o primeiro colocado receberá premiação em dinheiro no valor de R$ 1,5 mil, troféus e medalhas. Os premiados receberão o troféu “Nazaré de Souza Silva”.

“A I Mostra teve como objetivo estimular entre os estudantes a reflexão educativa sobre o tema da Violência Doméstica contra a Mulher. A atividade integra o Projeto da Rede de Enfrentamento em seu Eixo IV- Projeto Educacional e de prevenção nas Instituições de ensino. Contamos com a participação de alunos das faculdades Cathedral, Anhanguera e Univar, UFMT e escolas públicas e privadas”, informou a promotora de Justiça.

Leia também:  Estão abertas as inscrições para o curso pré-vestibular gratuito na Secitec

HOMENAGEM: Nessa primeira edição, a Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica contra a Mulher optou por homenagear Nazaré de Souza Silva, uma das vítimas da violência doméstica do município de Barra do Garças. Ela foi violentamente assassinada, aos 30 anos, pelo seu ex – companheiro no dia 26 de dezembro de dezembro de 2012. O réu foi condenado por Homicídio Qualificado, motivo torpe, meio cruel, com agravante da coabitação com a vítima, sendo a causa moral do ocorrido o sentimento de posse em relação à ex – companheira e também a rejeição amorosa sofrida. Após o fato, foi decretado inicialmente sua prisão temporária, preventiva e posteriormente o réu foi submetido ao Tribunal do Júri, o qual, foi condenado a 16 anos de prisão em regime fechado e atualmente encontra-se cumprindo a pena.

Leia também:  Projeto investe em educação ambiental para conservação de nascentes na Capital
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.