Um estudo feito por uma empresa de consultoria apontou Cuiabá como a 40ª colocada em qualidade de vida no ranking das maiores cidades do país. Se a colocação da Capital é ruim, bem pior é a de Várzea Grande, que ficou entre as sete piores.

O estudo analisou aspectos relacionados à qualidade de vida, saúde, educação, segurança pública, saneamento básico, economia e governança. De acordo com a pesquisa da Delta Economics & Finance/América Economia, a Capital mato-grossense ficou com a 40ª posição. O estudo analisou 77 características de cada uma das cidades.

Conforme os pesquisadores, a comparação entre as 100 maiores cidades revelou que existem dois países dentro do Brasil. Dos 50 municípios com melhor desempenho na avaliação, apenas seis são de estados das regiões norte e nordeste.
Segundo os pesquisadores, os principais indicadores sociais no Brasil apresentam uma melhoria relevante ao longo dos últimos 20 anos, apesar da persistência de níveis de desigualdade incompatíveis com a renda e a posição do país no cenário internacional. De fato, o Brasil ainda pode ser considerado um país pobre, quando são considerados os níveis de desigualdade.

Leia também:  Sine oferece mais de 702 oportunidades de emprego em Mato Grosso

A pesquisa foi dividida em 11 áreas principais, sendo que cada uma tinha um peso diferente na avaliação. A área desenvolvimento valia 2 pontos, enquanto a governança, 27 pontos. Também foram analisados o bem-estar (5), economia (10), finanças (4), domicílio (5), saúde (10), educação (10), segurança (2) e inclusão digital (2).

A nota final da Capital foi de 45,24, o que equivale a 58,75% de um total de 77. Santos (SP), primeira colocada, recebeu a nota de 56,13 – ou 72,89%.

A área desenvolvimento, que analisou o desenvolvimento municipal e escolaridade do prefeito, ficou com nota de 1,64. Enquanto a governança da Capital recebeu uma pontuação de 15,48.

Apesar de ser conhecida como Cidade Verde, o Bem Estar de Cuiabá recebeu menos da metade da nota máxima. Apenas 2,4 pontos de 5 pontos possíveis.

Leia também:  Foi comprar remédio e descobriu que estava morta

A área Econômica, que analisou a desigualdade de renda; pobreza; renda; profissionais ocupados com carteira assinada, Cuiabá ficou com uma nota de 6,35. Enquanto a Financeira recebeu a nota de 1,89.

A Saúde da Capital ficou com a nota de 5,59. Educação recebeu 5,03. Segurança , 1,37 e Digital ficou 1 ponto. A área melhor avaliada da Capital foi Domicílios, que analisou o acesso à água encanada, banheiro, coleta de lixo, energia elétrica e esgotamento sanitário. Cuiabá recebeu uma nota de 4,47, enquanto a pontuação máxima era 5.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.