Soberana na temporada 2014, a Mercedes se tornou a equipe a ser batida na principal categoria do automobilismo mundial. E deve continuar sendo uma pedra no caminho de suas adversárias no campeonato deste ano, que começa no dia 15 de março, na Austrália. Esta é a aposta de dirigentes de Force India e Lotus, que utilizam motores da escuderia alemã e tiveram acesso a algumas informações prévias sobre os propulsores de 2015.

– Pelos dados que tivemos acesso, posso dizer com certeza que houve melhora em relação ao ano passado. E acredito que haverá mais avanços na metade da temporada também. Estamos ansiosos por isso – disse o diretor técnico da Force India, Andrew Green, à revista inglesa “Autosport”.

Leia também:  Futebol em luto: morre Gilson Lira

Force India, cliente da Mercedes desde 2009, e Lotus, que começará a usar motores da alemã este ano, só poderão testar os novos propulsores na pista a partir do dia 19 de fevereiro, quando tem início a segunda sessão de testes da pré-temporada, em Barcelona, na Espanha. Na primeira bateria, em Jerez de la Frontera, também na Espanha, de 1º a 4 de fevereiro, apenas Mercedes e Williams terão acesso ao motor, de acordo com informação da revista alemã  “Auto Motor und Sport”.

A Lotus, que utilizou motores da Renault na última temporada, aposta todas as fichas na mudança para a Mercedes como forma de resgatar a competitividade e voltar a brigar por vitórias.

Leia também:  Adversário do União aposta em retrospecto do Mineiro, no Pato Loco e em ex-meia do Santos

– Ter a Mercedes é uma grande oportunidade para nós. Não sabemos como estará a Honda, mas Ferrari e Renault fizeram mudanças na reta final da temporada, o que significa que não devem trazer muitas novidades em um primeiro momento. Isso poderia nos dar um pouco de vantagem no começo do novo campeonato – avaliou o diretor geral Matthew Carter.

Antes da largada inicial em Melbourne, no dia 15 de março, os pilotos e equipes participam de três sessões de testes da pré-temporada, com quatro dias de duração cada. Depois de Jerez (1º a 4 de fevereiro), Barcelona receberá as duas baterias restantes, de 19 a 22 de fevereiro e de 26 de fevereiro a 1º de março. Clique aqui e confira o calendário completo!

Leia também:  Holloway vence a luta contra José Aldo
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.