A partir de 12 de janeiro Rondonópolis ganha o Hospital da Criança, que funcionará no prédio do Pronto Atendimento Infantil, que foi ampliado e modernizado para funcionar como um hospital. Serão 24 novos leitos, sendo dois de estabilização, dois de isolamento, 10 de internação e mais 10 de observação. As obras custaram R$ 160 mil e foram custeadas com recursos próprios do Município.

Segundo a secretária Municipal de Saúde, Marildes Ferreira, o Hospital da Criança de Rondonópolis continuará sendo a porta de entrada para urgência e emergência para as crianças da cidade, mas, também, servirá para estabilizar pacientes que necessitam de leitos de Unidade de Terapia Intensiva Infantil – UTI infantil, e manter as crianças em observação ou internadas, conforme a necessidade.

Leia também:  Mais de 20 mil alunos voltam às aulas da rede municipal em Rondonópolis

No Hospital da Criança também haverá uma ambulância exclusiva para o transporte dos pacientes que necessitarem. “Com o Hospital da Criança, podemos dizer que a resolutividade dos casos aumenta, bem como a sobrevida dos pacientes”, destaca Marildes Ferreira.

Para o hospital, além de equipamentos modernos que foram adquiridos, a Prefeitura contratou dois novos pediatras com experiência em UTI, que serão os diretores clínicos da unidade de saúde. “Chamamos estes novos pediatras de ‘médicos visitadores’. São eles que coordenarão a equipe médica do Hospital da Criança”, explica a secretária.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.