Apesar de ainda não confirmar oficialmente, o novo treinador do Mixto será Flávio Barros, ex-River-PI. Ele desembarcou na noite desta terça-feira em Cuiabá e foi recebido por dirigentes do clube. Chega para substituir Marcio Marolla  em um momento delicado da competição, em que o Tigre é o lanterna do grupo A com apenas um ponto somado.

Conhecido pelo estilo disciplinador, Barros comandou o River-PI na Série D do ano passado, mas não conquistou o acesso. Estava parado desde o fim do ano passado e chega sob a indicação do ex-gerente de futebol do Mixto, João Carlos Boiadeiro, que trabalhou no clube até meados do Mato-grossense 2014.

– O Flávio é um treinador com boa experiência, conhece bem a realidade de clubes como o Mixto e vai em busca da classificação. Me procuraram para indicar um nome e chegamos em um consenso que ele é uma boa escolha – disse Boiadeiro, por telefone

Leia também:  Luve perde e está de volta à Zona da Degola

Quando jogador, Barros chegou a jogar no Barra do Garças na década de 90. Como treinador passou por vários clubes como Treze-PB, Aparecidense-GO, CRB-AL, CSA-AL, ASA-AL, Gama-DF, ABC-RN, entre outros. Conquistou três títulos alagoanos na década passada. Em 2005, pelo ASA, 2007 pelo Coruripe e 2009 pelo CSA.

A diretoria do Mixto tinha um acerto verbal com o treinador Uidemar Pessoa, mas um problema familiar impediu a vinda. Assim como Flávio Barros, a indicação de Uidemar também foi de João Boiadeiro.

A estreia do treinador no comando do Mixto será neste domingo, contra o Sinop, fora de casa, pela sexta rodada do Campeonato Mato-grossense.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.