Duas crianças com idades de 1 e 2 anos foram encontradas pela Polícia Militar (PM) com marcas de agressões pelo corpo nesta quinta-feira (16), em uma casa localizada no Residencial Celestino Henrique Pereira, em Várzea Grande. A Polícia chegou ao local após receber uma denúncia quanto ao caso.

Conforme informações da PM, a babá que cuida das crianças (há cerca de 15 dias) que fez a denúncia. Ela teria relatado que as marcas eram constantes e ao questionar a mãe das crianças quanto ao fato, a jovem de 20 anos, teria respondido que eram ocasionadas por quedas. Diante da situação, a babá denunciou a mãe por maus tratos.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), durante depoimento, duas testemunhas relataram que o irmão mais novo, já havia apresentado cicatrizes nas pernas aparentando ser queimaduras de cigarros.

Leia também:  Dupla boliviana é presa com 480 kg de cocaína dentro de avião

Após constatar o estado das crianças, os policiais foram até o local de trabalho da mãe. Ao ser interrogada, a genitora informou que tinha conhecimento das lesões e que eram causadas pelo padrasto das crianças. A mulher ainda explicou que não prestou queixa porque estaria recebendo ameaça de morte do namorado.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil em Várzea Grande. De acordo com o delegado Eder Leal, foi providenciada medidas protetivas para a mãe das crianças, contudo ainda está sendo apurado quem seria o autor das agressões.  Os dois irmãos estão sob custódia do Conselho Tutelar.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.