Está marcada para a próxima quarta-feira, às 14h, uma reunião entre Anderson Silva e o presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo (CBTKD), Carlos Fernandes, na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Nela será definido se Spider vai disputar as seletivas por uma vaga nos Jogos Olímpicos de 2016. Nesta quinta, o dirigente negou que a decisão já tenha sido tomada, como informou o Globoesporte.com, na última quarta-feira.

– Não está nada decidido. Quero vê-lo pessoalmente, ter uma conversa e sentir como ele está para tomar uma decisão e ver os procedimentos. Acredito que ele se adapte ao taekwondo de rendimento – disse Fernandes.

O dirigente não vê como problema o fato de Anderson estar prestes a responder um julgamento por caso de doping no UFC:

Leia também:  Título da Champions pode fazer CR7 alcançar Messi

– Ele foi pego em Nevada (Estados Unidos) e pelo o que eu soube ele poderia lutar MMA em Nova York ou na Flórida, por exemplo. De qualquer maneira nosso departamento jurídico vai analisar o caso.

Considerado um dos maiores lutadores da história do MMA, Anderson iniciou sua trajetória nas artes marciais no taekwondo e não por acaso tem em seu currículo grandes golpes provenientes da luta. Ele pesa 84 quilos e teria como principal concorrente na categoria +80kg o atleta Lucas de Oliveira.

Para os Jogos de 2016, a seleção tem quatro vagas garantidas (duas no masculino e duas no feminino) por ser sede do evento, e outras quatro podem ser conquistadas pela posição dos brasileiros no ranking. Na semana passada, a Confederação Brasileira anunciou que, após uma reunião com o Comitê Rio 2016, ficou decidido que a primeira categoria de peso contemplada seria justamente o peso-pesado masculino. As seletivas internas, que definirão os nomes em cada categoria, serão no início do ano que vem.

Leia também:  Luverdense deixa a zona de rebaixamento
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.