Mesmo com todo o processo de fusão entre o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e o Partido Popular Socialista (PPS), o prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS) não deve trocar de sigla, como afirmou uma fonte da coluna BASTIDORES.

Nos últimos dias muitas especulações sobre essas mudanças tem tomado conta dos corredores da Paço Municipal, mas Percival Muniz que é o presidente estadual do PPS em Mato Grosso, não deve abandonar o Partido.

Há quem diga que com essa fusão o prefeito poderia perder o seu espaço na disputa de 2016 para a Prefeitura de Rondonópolis, já que há alguns nomes fortes dentro do PSB e do grupo aliado a sigla como o do ex-prefeito e atual deputado federal Adilton Sachetti e do deputado estadual Ondanir Bortolini, Nininho (PR).

Apesar disso a fonte afirmou que o prefeito não se intimidou e tem buscado aliados dentro desse mesmo grupo para poder garantir a sua disputa a reeleição.

LEIA TAMBÉM

De olho no futuro, Medeiros deve deixar o PPS

O escolhido para 2016

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.