Veiculos apreendidos que vao ser prensados na 2 ciretran de Rondonópolis. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Veiculos apreendidos que vao ser prensados na 2 ciretran de Rondonópolis. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Rondonópolis é o 1° município dentro do novo cronograma do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) para prensas de veículo que devem ter o processo iniciado ainda hoje (01) no pátio da 2ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), no bairro Colina Verde. São cerca de 1.900 veículos considerados inservíveis que devem passar pelo processo.

Roges Elizandro Jarbas presidente do detran MT. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Roges Elizandro Jarbas presidente do detran MT. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

“O município de Rondonópolis foi escolhido primeiro por ter o prédio mais precário e antigo e estar na pior situação” explica o presidente do Detran, Rogers Elizandro Jarbas.

Rogério Borges Cardoso advogado do Detran MT. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Rogério Borges Cardoso advogado do Detran MT. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

De acordo com o advogado do Detran, Rogério Borges Cardoso, entre os veículos cerca de 80 são carros e o restante motocicletas. Os automóveis que devem passar pelo processo estão há mais de dois anos no pátio oriundos das apreensões feitas por motivos como falta de pagamento do licenciamento, equipamentos defeituosos e que se envolveram em acidentes.  No total são mais de 19 mil veículos que estão nos pátios da autarquia em todo o estado a mais de dois anos.

Leia também:  BR-364 será interditada para detonação de rocha nesta sexta-feira (28)

Em Rondonópolis apenas 10% dos veículos que se encontram no pátio não devem ser prensados por estarem em restrição judicial.

Toda a ação que inicia hoje (01), tem como intuito realizar a limpeza dos pátios das instituições e evitar a superlotação dos locais. Para realizar o trabalho, uma empresa especializada no segmento foi licitada pelo estado.

Rogers Elizandro ressalta que os próximos municípios que devem passar pelo processo é Primavera do Leste e Campo Verde. “Esses acumulados e sem utilidades nos pátios se transformaram em sucatas que podem propiciar a proliferação do mosquito da dengue prejudicando a saúde da população” explica o presidente.

SOBRE O TRABALHO

Veiculos apreendidos que vao ser prensados na 2 ciretran. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Veiculos apreendidos que vao ser prensados na 2 ciretran. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Para o processo de prensagem, primeiramente, são retirados os materiais que possam contaminar o solo e depois os recicláveis, como pneus, bateria e combustível. Em seguida, um guincho leva o veículo até a máquina compressora que, em cerca de três minutos, compacta o material em forma de bloco.

Leia também:  No 1º semestre, aumenta os casos de sífilis em Rondonópolis

O material ferroso será encaminhado para São Paulo e o dinheiro arrecadado será revertido para os cofres públicos.

REFORMA DO PÁTIO

Luis Eduardo de Farias chefe da 2 ciretrand de Rondonópolis. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Luis Eduardo de Farias chefe da 2 ciretrand de Rondonópolis. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

O chefe da 2ª Ciretran, Luis Eduardo Ferreira Farias , explica que a limpeza é positiva do ponto de vista da reforma para o local. “Com 90% dos veículos esmagados o pátio fica mais limpo e podemos olhar de forma positiva para a reforma e ampliação do prédio. Podemos ter uma nova visualização para projetos futuros” pontua Luis.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.