O brasileiro Felipe Massa acredita que a F1 atual precisa de algumas mudanças para atrair mais público, mas não vê que o problema da categoria seja apenas a velocidade dos carros ou a falta de perigo que a competição hoje em dia trás. Para o piloto da Williams, é preciso se pensar bem as alterações e focar no espectador.

“Acho interessante fazer os carros andarem mais rápido, mas se você faz isso e as ultrapassagens diminuem as pessoas vão reclamar”, declarou o brasileiro ao Sky Sports. Massa gostaria de ver carros mais rápidos, mas crê que este não seja a principal questão na F1 atual

“As mudanças precisam ser inteligentes e não apenas para fazer tudo ser mais veloz, pois ser três segundos mais rápido não significa nada para quem está vendo na TV. Não adianta apenas colocar maior pressão aerodinâmica nos carros. Assim os carros serão mais rápidos e vão frear mais dentro e isso vai diminuir as ultrapassagens. As mudanças devem visar o que o público quer ver”, analisou.

Leia também:  União empata com o Luziânia

Massa aponta que a competitividade entre as equipes e os pilotos é o que o fã de F1 mais gosta de ver. “O que o público quer é competitividade, ultrapassagens e lutas por posições. É isso que precisa ser mudado”, comentou o brasileiro, que não vê as corridas de hoje serem piores do que as das décadas de 1980 e 1990.

“Eu me lembro que quando fez 20 anos da morte de Ayrton (Senna), passaram várias corridas daquela época no Brasil e elas eram piores do que as de agora. A diferença entre o pole e o terceiro era de um segundo e meio, a distância era maior do que a de agora, mas as pessoas adoram lembrar do passado. Você tem que ver as corridas daquela época e não apenas ficar com a memória para comparar”, disse.

Leia também:  Circuito de Tênis têm inscrições abertas para torneio em Cuiabá

O brasileiro ainda questionou a falta de perigo reclamada por Kimi Raikkonen e Niki Lauda. “Quando vejo Kimi ou Niki Lauda pedindo corridas mais peirogosas eu discordo. Acho que apenas tem que ser melhor. Deve ser feito um estudo para que as mudanças sejam inteligentes”, observou o piloto da Williams.

Para o brasileiro, é fundamental para a categoria fazer das corridas um show para o público. “A F1 tem que melhorar o espetáculo que promove para seu público. Por exemplo, estava assistindo às finais da NBA e aquilo é incrível”, finalizou Massa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.