O vereador Mauro Campos (PT) destacou em sua participação na tribuna livre da sessão ordinária de quarta-feira (22), da Câmara de Vereadores o seminário “Agrotóxico Mata”. O evento será realizado nos dias 24 e 25 de julho de 2015, no Centro Multiuso Joaquim, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

O parlamentar que também é presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal frisou que o evento é mais uma ferramenta para discutir o desenvolvimento sustentável da agricultura em Rondonópolis. “O seminário vai apresentar um dossiê relatando a questão do uso do agrotóxico em Mato Grosso. O agronegócio trouxe desenvolvimento, mas também preocupação. Já é comprovado que alguns tipos de câncer podem se desenvolver através de algumas substâncias utilizadas em defensivos agrícolas. Algumas pessoas que estarão presentes no evento apresentarão dados aqui da região sul que são alarmantes. É muito importante que sociedade participe”, convida.

Leia também:  Após baixa de dois, Pátio deve anunciar novo líder na Câmara

De acordo com um dossiê divulgado em 2015 pela Associação Brasileira de Saúde Coletiva, o setor agrícola brasileiro comprou, no ano de 2012, 823.226 toneladas de agrotóxicos – muitos deles, proibidos em outros países. De 2000 a 2012, o aumento em toneladas compradas foi 162,32%.

Anualmente são usados no mundo aproximadamente 2,5 milhões de toneladas de agrotóxicos. O consumo anual de agrotóxicos no Brasil tem sido superior a 300 mil toneladas.

A Campanha permanente contra os agrotóxicos e pela vida conta com o STR, CPT, MTA, MST, UJS, 13 de Outubro, Movimento Negro, Sindicato dos Bancários, Grupo Arareau, Fórum Popular em Defesa da Democracia, SINTRACE-MT, SIRRACS, VISAT, Associação Dando as Mãos e URAMB.

Leia também:  Vereador Thiago Silva quer informatização da rede municipal de Saúde

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais está localizado na Rua Casimiro de Abreu, Bairro Monte Líbano em Rondonópolis.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.