A 1ª edição do Rodeio Solidário, que visa arrecadar fundos para entidades beneficentes do município, inclusive para o Hospital Municipal que corria o risco de ser fechado por falta de repasses, ainda nem foi realizada e acabou tendo o nome envolvido em meio a polêmicas. Tudo porque, de acordo com um dos organizadores, Luiz Sperandio, confirmou a reportagem do site AGORA MT que uma emissora de TV local estaria vendendo mídia ilegalmente usando o nome do evento.

De acordo com Sperandio, o Ministério Público inclusive expediu uma ordem para que a emissora comprovasse em 24h que tinha autorização para divulgar o evento. Ainda segundo informações, o órgão da imprensa vendia divulgações em nome do rodeio e ficava com todo o dinheiro.

Leia também:  Alto Taquari | Soja é produto mais exportado no 1° semestre do ano
Comunicado oficial divulgado - Foto: Reprodução
Comunicado oficial divulgado pela organização – Foto: Reprodução

Um comunicado oficial foi divulgado na última sexta-feira (17), pelos organizadores de que nenhuma empresa está autorizada a pedir apoio, seja ele em forma de patrocínio ou oferecimento, para a festa e muito menos quantias para divulgação de propaganda. Eles ainda informaram os meios de comunicação que estão fazendo a propaganda de forma gratuita.

Procurado pela equipe de reportagem, o apresentador e proprietário da TV local, J. Leite, chegou a confirmar que estaria vendendo no comércio a divulgação da festa, mas que isso seria apenas para arcar com os custos de divulgação, já que as entidades envolvidas não pagariam nada por isso. “A TV Taquari está prestando um serviço anunciando a festa”, dispara o dono da TV.

Leia também:  Garbúgio toma posse e diz que começa mandato com "todo gás"

Sobre o comunicado e a ordem do Ministério Público, o apresentador afirmou que nada foi oficializado a ele sobre a proibição da venda e que apenas havia ouvido falar que o comunicado foi divulgado em redes sociais, mas que ele não tinha tempo para acompanhá-las.

Um dos repórteres da emissora, que inclusive é filho do proprietário, chegou a publicar nas redes sociais uma indagação sobre o evento ser beneficente ou não. De acordo com ele, a Prefeitura teria doado R$ 100 mil para ajudar no evento.

Postagem do filho do dono da TV - Foto: Redes Sociais
Postagem do filho do dono da TV – Foto: Redes Sociais

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.