Foto: Divulgação/ PJC
Foto: Divulgação/ PJC

Uma operação da Polícia Civil, contra furtos e roubos de veneno agrícola, desencadeou na prisão de 14 funcionários de uma transportadora em Cuiabá. Segundo a assessoria da Polícia Judiciária Civil (PJC), o grupo simulava roubos para desviar a carga da empresa onde trabalhavam. Eles devem responder pelos crimes de associação criminosa e furto qualificado.

Ao todo foram expedidos 28 mandados, pela 4ª Vara Criminal de Cuiabá, sendo 14 de prisão temporária e 14 de busca e apreensão.

Segundo informações da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), os suspeitos vinham cometendo crimes desde novembro de 2014, quando simularam um roubo a uma carreta carregada com defensivos agrícolas. A carga foi avaliada em R$ 750 mil e teria sido levada para o município de Tangará da Serra (MT).

Leia também:  Moto roubada é recuperada e jovem é detido pelos investigadores da Derf

Já em fevereiro deste ano, outro furto a carreta carregada com defensivos agrícolas, ocorreu em Jangada. A carga foi avaliada em R$ 1,2 milhão.

De acordo com a GCCO, as suspeitas iniciaram porque os envolvidos levavam um padrão de vida acima do valor de salário que cada suspeito recebia. Após diligências e coleta de provas foi constatado o envolvimento dos funcionários na ação criminosa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.