Jon Jones tem sua primeira audiência marcada após a transferência de seu caso para um tribunal distrital nos EUA. O ex-campeão peso-meio-pesado do UFC terá uma audiência para acordo na Segunda Corte Distrital Judicial de Albuquerque, Novo México (EUA) no dia 29 de setembro, às 8h30m (horário local).

A informação foi publicada pelo site “MMA Junkie”. Preso em abril após supostamente causar um acidente com três carros e fugir, Jones e sua equipe devem apresentar um acordo com a promotoria. Na semana passada, seu caso foi movido para o tribunal distrital e teve um juiz designado, o que significa que não passará por júri popular e não haverá indiciamento. O lutador de 28 anos está afastado do UFC desde abril, quando foi destituído do cinturão.

PESO-PALHA POLONESA ANUNCIA SUA CONTRATAÇÃO PELO UFC

O sucesso da campeã peso-palha Joanna Jedrzejczyk voltou os olhos do UFC para o MMA feminino polonês. A empresa que agencia a carreira da também peso-palha Karolina Kowalkiewicz, de 29 anos, anunciou na última segunda-feira a contratação da lutadora pelo UFC. Invicta nas sete lutas que fez na carreira, a campeã do KSW – maior evento de MMA na Polônia – postou fotos assinando o contrato.Das suas sete vitórias, quatro foram por decisão dos juízes.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

– Sonhos existem para ser realizados, e estou um passo mais próxima do meu. Meu objetivo é ser a campeã peso-palha do UFC, e vou encarar qualquer uma que tente me impedir. Mal posso esperar pela minha estreia no octógono, que deve acontecer até o fim deste ano. Já estou em boa forma física e iniciando minha preparação para minha primeira luta no UFC – disse a lutadora em sua postagem.

PEDRO NOBRE DISPUTARÁ CINTURÃO DO TITAN FC

Pedro Nobre sempre foi apontado como um dos pesos-moscas mais promissores do Brasil. Após um ano sem lutar por conta de lesões, o atleta foi recontratado pelo evento americano Titan FC e fará a sua reestreia em dezembro, já disputando o cinturão da categoria.

Leia também:  União faz resultado e fica com título no sub-19

– Vou enfrentar o vencedor do duelo entre Felipe Efrain e Tim Elliott. O Tim Elliot é muito duro e experiente, inclusive já foi lutador do UFC. Ele ganhou o cinturão do evento contra Iliarde Santos, que também teve passagem pelo Ultimate. Então, tenho certeza que será uma luta duríssima. Ainda falta bastante tempo para a luta, mas vou traçar com a minha equipe uma boa estratégia para conquistar esse cinturão – disse Pedro Nobre.

Com um cartel de 17 vitórias e apenas uma derrota, Pedro Nobre já lutou em duas oportunidades no Titan, quando derrotou Dan O’Connor na edição número 28 e Nick Honstein no Titan FC 30, em setembro do ano passado. Logo após a vitória, Pedrinho teve diversas lutas adiadas e decidiu rescindir o contrato com a organização.

Leia também:  Árbitros de Mato Grosso participam de curso promovido pela CBF

– As minhas duas últimas lutas foram no Titan FC, mas já tem um ano que eu não luto. Na época pedimos a liberação do contrato porque eles tinham adiado algumas vezes a minha luta e eu estava para ser pai. Ia lutar no Face to Face contra o Zé Maria “No Chance”. Mas, faltando um quilo para atingir o peso da categoria, eu acabei desmaiando na sauna. Os médicos só me liberariam para lutar se eu me reidratasse. Acabei ficando um quilo e meio acima e o meu adversário não aceitou a luta. Depois, vieram as lesões e os problemas só aumentaram. Mas, agora, quero deixar tudo no passado e tenho certeza que conquistar o cinturão em um evento como o Titan será um grande recomeço para a minha carreira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.