Um paraquedista sofreu queimaduras de segundo grau depois de ser lançado pelo vento contra uma rede de alta tensão, nesta sexta-feira, 25, em Boituva, na região de Sorocaba, no interior de São Paulo. Apesar de ferido pelos cabos elétricos, que entraram em curto e produziram faíscas, o paraquedista conseguiu atingir o solo sem ferimentos mais graves.
Ele deveria pousar no Centro Nacional de Paraquedismo (CNP), de onde havia decolado, mas foi arrastado por um temporal por cinco quilômetros, em direção à cidade. Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros levou o paraquedista para um hospital. Ele ficou internado, mas está fora de perigo.

Leia também:  Motorista embriagado invade a contra mão e causa acidente grave no PR

Outro paraquedista que participava do mesmo salto foi arrastado pela ventania por três quilômetros, mas conseguiu pousar sem ferimentos. O temporal, com rajadas de vento, atingiu várias cidades da região.

Em Itapetininga, um poste e uma árvores caíram sobre uma casa, no Jardim Itália. Houve queda de árvores, com interdição de ruas, na região central e em outros três bairros.

Em Itapeva, 13 moradias sofreram danos e tiveram de ser interditadas pela Defesa Civil – quatro totalmente e nove de forma parcial. Pelo menos 16 pessoas estão desabrigadas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.