Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A pausa de 10 dias no Campeonato Brasileiro é motivo de alívio para o Palmeiras. Após uma maratona de 17 jogos em 57 dias, dividindo as atenções com a Copa do Brasil, o Verdão terá tempo para recuperar igualmente todos os seus jogadores e voltar em condições ideais para o momento decisivo em ambas as competições.

A ausência de Robinho e Zé Roberto na goleada por 5 a 1 sofrida para a Chapecoense, no domingo, é exemplo do desgaste imposto pela rotina de, em média, um jogo a cada três dias e meio. Desde a derrota por 2 a 1 para o Cruzeiro, pelo Brasileirão, em 9 de agosto, o Palmeiras não teve mais uma semana cheia dedicada somente aos treinos.

Leia também:  Luve vence fora de casa e escapa da degola

O estilo de jogo intenso do Verdão, com a equipe muitas vezes atuando com menor posse de bola que o adversário e apostando em contra-ataques rápidos, faz com que a preocupação em relação às condições dos atletas seja ainda maior.

– Estamos a nove semanas de terminar a temporada, sendo sete competitivas e duas sem jogo. Nesse momento, todo cuidado com a carga de trabalho se faz necessário. Não temos a intenção de aumentar a carga. Vamos manter o volume, duração dos treinos, número de sessões – explicou o preparador físico Juvenilson de Souza.

– Qualquer aumento de carga nesse momento, com os atletas bastante desgastados, aumenta o risco de ter baixa de rendimento e lesões. Vamos usar esse período para recuperar os atletas desgastados – completou o preparador físico.

Leia também:  União e Cuiabá ficam no empate Luthero

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO

No período em questão, foram oito vitórias, três empates e seis derrotas – um aproveitamento de aproximadamente 52%. O Palmeiras chegou a acumular seis partidas sem perder, mas encerrou a série com goleada por 5 a 1 sofrida para a Chapecoense, fora de casa, o pior resultado da equipe em toda a temporada.

Com a próxima semana e meia dedicada aos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, o Palmeiras volta a atuar somente no dia 14, contra a Ponte Preta, na arena. A equipe iniciará outra sequência de jogos sem descanso, por conta da semifinal da Copa do Brasil, na qual o adversário será o Fluminense, com confrontos nos dias 21 e 28 de outubro.

Leia também:  União faz neste sábado primeiro jogo da final do sub-19
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.