FOTO: Chico Valdiner- (Gcom/MT)
FOTO: Chico Valdiner- (Gcom/MT)

A rodovia federal BR-174, de acesso à Pontes e Lacerda, foi liberada na tarde desta quinta-feira (12). A ação foi realizada pela Polícia Militar e equipes especializadas da instituição, como Cavalaria e Batalhão de Operações Especiais, após solicitação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de apoio do Estado para atuação no local. A rodovia estava bloqueada desde a última terça-feira por garimpeiros, em protesto pelo fechamento da área ilegal do município de Pontes e Lacerda.

A desocupação foi realizada de forma pacífica, sem confrontos. Os militares continuam no local para manutenção da ordem.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), em atendimento à solicitação, direcionou as tropas para auxílio na desobstrução da rodovia. Parte do efetivo local da Polícia Militar do município de Cáceres junto às tropas especializadas de Cuiabá foram deslocadas para atuarem na operação.

Leia também:  Caminhoneiros protestam contra alta do diesel em Mato Grosso
FOTO: Chico Valdiner- (Gcom/MT)
FOTO: Chico Valdiner- (Gcom/MT)

A reivindicação dos garimpeiros é pela regularização da área denominada “Serra do Caldeirão”, para que seja feita a livre extração de ouro no local. A desocupação do garimpo com a retirada de todos os ocupantes foi realizada na segunda-feira (09) em cumprimento à determinação da Justiça Federal de Cáceres para desocupação da área. As forças de segurança do Estado atuaram em conjunto com a operação da Polícia Federal no local do garimpo.

Interdição

A rodovia BR-174 foi bloqueada em protesto realizado por garimpeiros insatisfeitos com a desocupação da área de extração do minério. O grupo interditou a via impedindo o tráfego de veículos, veículos policiais, ambulâncias e coletivos. A via de desvio utilizada pelos motoristas também havia sido bloqueada pelos garimpeiros.

Leia também:  Carreta que transportava gado de corte cai em rio e cerca de 20 animais morrem afogados
Foto: Chico Valdiner- (Gcom/MT)
Foto: Chico Valdiner- (Gcom/MT)

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.