Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Após ser convidada para participar de um casting, a modelo plus size Alessandra Linder foi chamada de “gorda, leitoa e arrombada” por um fotógrafo de uma agência de modelos que a convidou para participar da seleção. Segundo a modelo, nesta segunda-feira (16), uma funcionária da agência Upper Model Management entrou em contato com ela pelo Facebook falando que tinha um casting para que ela participasse. Ela passou o contato telefônico e ficou conversando com a mulher pelo WhatsApp.

A funcionária da agência disse que a seleção seria feita nesta terça-feira (17), mas não passou informações básicas para a modelo, como horário e cachê, por exemplo. Ela continuou insistindo em receber as informações. Mas não recebia nenhum retorno. Foi aí que um homem identificado como Fabiano Herrera entrou na conversa.

Leia também:  Durante assalto crianças entre 5 e 10 anos são feitas reféns em SP

— Aí veio o primeiro áudio desse Fabiano que não entendi porque ele entrou na conversa. Se identificando como diretor e sendo grosso. Ele disse que tinha muita gente na fila e falou que podia passar outro na frente

Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

entrou em contato com Rodrigo Thire, o verdadeiro diretor da agência. Ele afirmou, por meio de nota, que a agência apoia a modelo “diante do fato ocorrido”. Além disso, a nota afirma que, em oito anos no mercado da moda, “nunca tiveram incidente parecido”. O texto diz também que a agência ficou indignada com a atitude, que não representa os “princípios e filosofia” da empresa

Alessandra decidiu tornar a questão pública, pois ela acredita que o que ele fez foi “desnecessário” e que, se ele fez isso com ela, pode ter feito com várias outras modelos.

Leia também:  Religião nas escolas pode constar em texto final da base comum curricular

 

— Isso não pode ficar assim. O mercado da moda é injusto e ele quis me intimidar porque na hora de pegar o casting ele aceitou o casting “da leitoa”. Essa reação foi porque eu me recusei a fazer

Depois da polêmica, Alessandra diz que o verdadeiro dono da agência entrou em contato com ela para pedir desculpas e dizer que não entendia a postura do homem que era fotógrafo da agência, mas foi demitido. Ela disse para o dono que não tem nada contra ele e que ficava muito feliz pelo esclarecimento. Porém, ela manteve a postura de fazer um boletim de ocorrência contra o fotógrafo.

 

Nesta quarta-feira (18), ela passou todas as provas para o advogado, que registrou o boletim de ocorrência.

Leia também:  Homem sobrevive ao ser prensado por trem tentando atravessar via férrea
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.