O técnico Roger Machado quer permanecer no Grêmio na próxima temporada. A direção do clube também entende assim. Há uma cláusula de renovação automática em seu contrato. E ainda assim não foi assinada ampliação no vínculo. Enquanto trata disso com os diretores, o treinador gremista é alvo de sondagens, mesmo que negue contatos oficiais, e pede paciência para concluir o processo de renovação.

“Gostaria de saber o que seria complicação?”, indagou sobre uma eventual dificuldade de renovação. “Não gostaria de abrir a coletiva falando nisso. Sei que é uma semana longa e é natural que se debata outros assuntos e inclusive sobre isso, renovações e reforços que possam vir em algum determinado momento. Mas vivemos um momento decisivo no campo e qualquer energia que usemos para outro lado pode nos tirar do foco. Mas de toda forma, com relação ao andamento desta questão estamos conversando é um processo natural de renovação e posso tranquilizar o torcedor e que meu desejo é permanecer aqui e todos nós sabemos. Não haverá nada que possa ser tão relevante que dificulte finalizar este processo. Quando há interesse de ambas as partes as coisas ficam mais fáceis. Há um processo em andamento e temos representantes para conduzir este processo”, disse em entrevista coletiva.

Leia também:  União joga domingo diante do Sinop no Luthero Lopes

Roger e o Grêmio querem o mesmo. A direção garante que dará novo aumento de salário ao técnico. Já o fez espontaneamente neste ano. A perspectiva é de ampliação no vínculo até o fim de 2016, mas o período pode ser ainda maior.

Enquanto isso, sondagens de outros clubes são normais e ocorrem repetidamente. Até porque o técnico é eleito um dos destaques do Brasileirão até agora.

“Uma das responsabilidades dos procuradores é nos passar apenas o que for de relevante. Para focar apenas no jogo. Então o que é sondado por vezes na imprensa, se não há efetivamente um contato ou comunicação destes profissionais é porque não aconteceu ou passou apenas uma lembrança de possível nome que hoje se destaca e chama atenção do mercado”, explicou.

Leia também:  Circuito de Tênis começa nesta quarta em Cuiabá

Mesmo assim, as palavras de Roger ainda soam interessantes para o torcedor. Não há uma garantia absoluta mas uma indicação evidente de que permanecerá na próxima temporada.

“Assim como o clube, eu quero dar continuidade ao meu trabalho. Não vejo em futuro breve em outro lugar que não dando continuidade ao que construímos neste ano. Mais do que as questão financeiras, eu me pauto muito pela continuidade do trabalho desenvolvido evidentemente por trás dele há resultados junto, senão não há, e neste momento os resultados nos dão a condição de almejar algo a médio o longo prazo no clube. Meu desejo é permanecer e nunca escondi isso. Vim numa condição já de permanência, tanto que tem a intenção de um contrato até o final do próximo ano, então não vejo problema nenhum nisso tudo. Não me preocupa, hoje só os jogos difíceis que temos que me preocupam”, finalizou.

Leia também:  Jogador revelado pelo REC marca contra o Flamengo
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.