Sinop não terá o carnaval popular organizado pela prefeitura pelo 2º ano consecutivo. De acordo com a prefeita em exercício, Rosana Martinelli (PR), cerca de R$ 500 mil serão economizados e remanejados para outras ações. O objetivo também, segundo ela, é evitar problemas de segurança.

“Diante de toda esta situação econômica, achamos melhor não fazer. Isso não quer dizer que não é importante para nós. Apenas entendemos que é melhor investir em outras prioridades”, afirmou, ao Só Notícias.

Rosana explicou ainda que a prefeitura chegou a receber algumas propostas para organizar o evento, no entanto, acabou desistindo devido aos altos valores.

“Se fosse para fazer, deveria ser compatível com a grandeza do município. Teria que ser bem feito. Quando é assim, demanda uma grande estrutura, logística, segurança, atrações, enfim. Preferimos, por bem, deixar para os organizadores particulares”.

Leia também:  Cai 28% o número de roubo de aparelhos celulares em Mato Grosso

Em 2014, a secretária de Cultura, Edna Mara Nogueira, atribuiu o cancelamento da festa popular ao governo estadual. De acordo com a gestora, a previsão era que o Estado bancasse 80% e o município 20%, no entanto, não houve por falta de verbas. Em 2013, último ano em que o carnaval foi realizado, cerca de 45 mil pessoas marcaram presença nas quatro noites e duas matinês, conforme balanço divulgado na época.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.