Um homem identificado como Valdeci de Almeida, 48 anos, acusado de abusar sexualmente da enteada foi preso em uma ação integrada da Polícia Judiciária Civil dos municípios de Porto Esperidião (326 km a Oeste) e Araputanga (345 km a Oeste), realizada na manhã de domingo (03). Duas ordens judiciais, sendo uma de busca e apreensão domiciliar e de uma prisão preventiva, foram cumpridas contra o suspeito de abusar da menor de 10 anos.

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça, após investigações da Polícia Civil de Porto Esperidião, coordenadas pelo delegado Wilson de Souza Santos, apontarem que o suspeito abusava da enteada desde que a menor tinha 7 anos de idade. Segundo a vítima, ela não nunca contou sobre os abusos e ameaças que sofria, pois tinha muito medo do padrasto, que falava que mataria a ela, sua mãe e seus irmãos caso contasse para alguém.

Leia também:  Polícia apreende LSD e ecstasy que abasteceriam comércio de drogas em Rondonópolis

Em buscas na casa do suspeito foram encontradas duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 32, sem identificação aparente e uma espingarda calibre 36, marca CBC. Além de ter o mandado de preventiva cumprido pelo abuso da enteada, o suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

O acusado foi encaminhado para Cadeia Pública de São José dos Quatro Marcos, onde ficará a disposição da Justiça.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.