Um homem de 33 anos foi autuado em flagrante por crime de coação no curso do processo, por ameaçar de morte dois servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), na última sexta-feira (05.02). O usuário estava inconformado com decisão emitida em um processo administrativo do órgão.

W.B.R, foi indiciado no artigo 344 do Código Penal Brasileiro e por se tratar de crime afiançável pagou fiança de três salários mínimos e foi liberado para responder o procedimento policial, que será enviado à Justiça nesta semana.

O acionamento foi feito pelo Detran, após dois servidores, sendo um coordenador de Renavam, receberem ameaças de um usuário, que teve a motocicleta apreendida pela Polícia Militar e encaminhada ao pátio do órgão.

Leia também:  Oficial de Justiça que tentou subornar servidora do TJMT deixa a prisão em Cuiabá

O Detran identificou que a motocicleta foi baixada no sistema do Estado de São Paulo em nome de uma seguradora. Diante da informação, o usuário requisitou por meio de processo a liberação do motor e agregados do veículo. O Detran autorizou somente a retirada do motor, da parte elétrica e do sistema de freios, para que não possibilitasse a remontagem da motocicleta.

O despacho fundamentado da Coordenadoria de Controle Veicular desagradou o usuário, que retornou ao setor de atendimento proferindo ameaça ao servidor e também à coordenadora de Controle de Veicular, que cumpria decisão do despacho.

As ameaças foram feitas em meio ao atendimento público, na presença de outras pessoas, ouvidas como testemunhas.

Leia também:  Primavera do Leste | Jovem é assassinado a caminho do trabalho
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.