Por unanimidade, o senador Humberto Costa (PE) foi reconduzido na quarta-feira (3) ao cargo de líder do PT no Senado. Os demais partidos também decidiram manter os atuais líderes.

A única indefinição está na liderança do governo no Senado, cargo que formalmente continua sendo ocupado por Delcídio do Almaral (PT-MS). O senador está afastado do exercício há dois meses, desde que foi preso preventivamente pela Polícia Federal.

A decisão cabe ao Palácio do Planalto. O líder do governo não precisa, necessariamente, ser do PT e a vaga pode ficar com outro nome da base de apoio, que inclui partidos como PMDB e PDT. De 2012 a 2014, por exemplo, o hoje ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB-AM), foi o responsável pela articulação política do Palácio do Planalto com a Casa. Antes dele, ocupou o cargo Romero Jucá (PMDB-RR).

Leia também:  Pátio quer tornar Rondonópolis referência em educação

Comissões

Em razão do afastamento de Delcídio, haverá mudança também no comando da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), colegiado que era presido pelo senador. A bancada do PT decidiu esta semana indicar o nome de Gleisi Hoffmann (PT-PR) para substituí-lo.

Os demais colegiados seguem sem mudanças. Os presidentes de comissões escolhidos em 2015 prosseguem nos respectivos cargos até o final deste ano.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.