De acordo com o Sanear essa campanha vai começar dia 21 de março -Foto: Ronaldo Teixeira / AGORAMT
Coletiva realizada na sede administrativa do SANEAR -Foto: Ronaldo Teixeira / AGORAMT

Rondonópolis finalmente passará a contar com o serviço de coleta seletiva de resíduos. O projeto que inicialmente irá funcionar em caráter experimental foi apresentado na tarde desta quinta-feira (17), em uma coletiva de imprensa, na sede administrativa do SANEAR. Segundo o coordenador do projeto piloto Hermes Ávila de Castro, neste 1º momento, 35 bairros serão contemplados, contudo o objetivo é expandir a área de coleta.

“Todo o trabalho de coleta já vem sendo estudado há algum tempo e os trechos foram detalhadamente selecionados. A intenção é começarmos de algum ponto e aos poucos irmos aprimorando o projeto, porque este é um anseio antigo dos cidadãos rondonopolitanos. O projeto é piloto e pode haver readequações,” afirmou Castro.

De acordo com o projeto piloto, os 35 bairros serão divididos em seis setores, a coleta será realizada a partir das 7h30 de porta a porta de segunda a sábado, sendo que, cada dia um bairro de cada setor será atendido.

Leia também:  Obra de reforma é lançada na Escola CPAC São José

Segundo o diretor geral do Sanear, Themes de Oliveira, será necessário contar com a ajuda da população para separar o lixo seco (papéis, vidros, latas, plástico e alumínio) do orgânico.

Themis de Oliveira - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORAMT
Themis de Oliveira – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORAMT

“Este é um projeto piloto e que precisamos colocá-lo em campo para poder afinar a metodologia, vamos precisar da colaboração da população para que separe o lixo. A ideia é ir avançando aos poucos conforme também a adesão da população,” disse o diretor.

Além da coletiva, o projeto está sendo divulgado pelos bairros que serão contemplados através de carros de som e panfletagem. Segundo o diretor, o trabalho de conscientização dos moradores também será feito através de reuniões com as comunidades, junto com as igrejas, escolas, entre outros.

A empresa contratada para a coleta de lixo comum também será a responsável pela seletiva. Desta forma, segundo o diretor, não haverá custo extra ao morador. “Este é um serviço plus que será ofertado, por enquanto, o lixo será armazenado pelos moradores em sacolinhas como é feito habitualmente,” disse Themes.

Leia também:  Rondonópolis | Em 9 meses, mais de R$ 127 milhões foram pagos em impostos municipais
Jussineide Com o projeto vai somar com o trabalho deles disse Jussineide Correia presidente da Coopercicla - Foto: Ronaldo Teixeira /AGORAMTCorreia presidente da Coopercicla - Foto: Ronaldo Teixeira /AGORAMT
Presidente da Coopercicla, Jussineide Correia presidente da Coopercicla – Foto: Ronaldo Teixeira /AGORAMT

Todo o material reciclável será encaminhado a uma unidade localizada ao lado do Aterro Controlado da Mata Grande, onde a Cooperativa Coopercicla ficará responsável. Para a presidente da Cooperativa, Jusssineide Correa da Silva, o projeto irá ajudar na rendas dos cooperados. “Vai somar muito ao trabalho que desempenhamos na cooperativa, hoje um cooperado não consegue ter uma renda de R$ 500 mensal, com mais material, vamos conseguir melhorar a renda.  Atualmente a cooperativa conta com 35 cooperados e convidamos ao catadores para que se associem também a Coopercicla,” disse Jussineide.

Entre os bairros atendidos estão:

Setor 1 – segunda-feira – Colina Verde, Mariela, Jardim Mato Grosso, Cophalis, Copassem, Santa Marina, Parte da Vila Aurora 3;

Leia também:  Plano de Desenvolvimento Institucional é tema de workshop realizado na Prefeitura

Setor 2 – quarta-feira – Parte do Jardim Mato Grosso, parte da Vila Aurora 1 e Copa Rondon.

Setor 3 – sexta-feira – Vila Aurora 2ª parte, Jardim Paulista, Jardim Beira Rio, Loteamento Kennedy e Jardim São Francisco.

Setor 4 – terça-feira – Loteamento Jambalaia, Jardim Brasília, Jardim dos Pioneiros, Vila São Antônio, Jardim Oliveira e Vila Esperança.

Setor 5 – quinta-feira – Loteamento Cellos, prolongamento do Loteamento Cellos, Loteamento Santos Dumont, Jardim Urupês, Bairro Santa Cruz, Loteamento Nossa Senhora Aparecida e Vila Santa Luzia.

Setor 6 – sábado – Jardim Pindorama 1ª e 2ª parte, Jardim Santa Marta, Residencial das Violetas, Residencial Quitéria, Residencial das Orquídeas e parte do Buriti até a avenida Plínio de Aguiar.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.