Foto: Reprodução/Record Bahia
Foto: Reprodução/Record Bahia

Uma dona de casa luta há dois anos para ter de volta o apartamento que conseguiu financiar pelo programa Minha Casa, Minha Vida, no bairro de São Cristóvão, em Salvador. Ela teve o imóvel arrombado por traficantes e foi expulsa do local sob ameaças. E para piorar a situação, mas nada foi resolvido.

A mulher conta que foram dez anos de espera até ser contemplada com a casa própria, mas o sonho durou pouco. O pesadelo começou há dois anos quando bandidos armados invadiram o apartamento , enquanto ela estava fora com a família.

Quando retornou foi impedida até mesmo de pegar objetos pessoais como roupas e documentos.

— Colocaram arma na gente e colocaram a gente para fora, ficando com nosso patrimônio e os móveis. Tudo que estava dentro do apartamento, a gente não conseguiu ter nada de volta.

Leia também:  Quadrilha se passam por seguranças e tentam invadir show de Wesley Safadão armados

Na época da invasão, a dona de casa chegou a prestar queixa na delegacia, mas nada foi resolvido. Agora, ela busca ajuda de advogados que possam solucionar a questão com a Caixa Econômica.

A mulher pede que alguém oriente a situação, até para tirar o nome dela do empreendimento.

— Meu nome continua sujo. Vai sujando porque eu não pago mais (as parcelas). Infelizmente tendo que viver de aluguel. Ganhando pouco e tendo que pagar aluguel, porque não tenho mais minha casa.

A experiência gerou trauma. A mulher conta que sofre de transtorno de ansiedade e faz acompanhamento com psiquiatra por causa das ameaças de morte.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.