Conquistar o corpo dos sonhos não é tarefa fácil: você precisa ter muita força de vontade e determinação tanto no quesito alimentação saudável quanto na prática de exercícios físicos. E quando as temperaturas começam a baixar, até mesmo levantar da cama pode ser uma tarefa árdua. Como manter o pique para fazer atividades físicas nos dias frios e preguiçosos do inverno?

Vogue conversou com Marcio Lui, o personal trainer de nomes como Sabrina Sato e Adriane Galisteu, para dar dicas espertas para você se manter energética em qualquer época do ano.

# Desafie a si mesmo
“Eu sempre falo que o melhor jeito de sair da cama e treinar no inverno é colocar pequenos desafios para você mesmo”, aponta Marcio Lui. “Primeiro, escolha dois tipos de exercícios – entre agachamento, polichinelo, burpee, abdominal, pequenos pulos e correr no lugar – e faça 1 minuto de cada (repita 2 a 3 vezes). No dia seguinte, você tem que escolher outros exercícios e assim sucessivamente”.

Leia também:  Quatro sapatos confortáveis para ir a um casamento

# O exercício certo
Quais os exercícios mais indicados para fazer no inverno? “Eu gosto de indicar exercícios intensos nessa época do ano”, diz. “Para meus alunos, costuma passar treinos de 28 minutos nos dias mais frios, com exercícios combinados. Ex: burpee + agachamento; flexão + polichinelo; correr no lugar em formato de tiro + avanço; ou abdominal + pulos”.

# Você gasta mais caloriais exercitando no frio
Malhar no inverno pode ser mais difícil, mas saiba que o corpo gasta mais energia quando o exercitamos no frio. “Para aquecer o corpo, o organismo passa a gastar mais energia, contribuindo para acelerar o metabolismo. E para quem faz atividade física esta perda é potencializada.

# Varie os exercícios
Uma dica boa para você não “faltar” nas aulas por conta das baixas temperaturas é nunca fazer o mesmo treino. “Procuro sempre aplicar exercícios e treinos diferentes para não cair na rotina e também espantar o frio”, diz Marcio. “Neste inverno estou aplicando um treino mais curto, mais intenso, de 28 minutos”.

Leia também:  Veja cuidados importantes para quem usa secador e chapinha

# Aquecimento
Nos dias mais frios, é necessário aquecer o corpo antes de iniciar as atividades, além do alongamento. “É indispensável que o aluno faça um aquecimento para elevar a temperatura corporal e lubrificar as articulações. Além do que fazendo isto pode evitar futuras lesões no corpo”, diz.

# Qual o melhor horário para treinar?
Período manhã: estudos apontam que concentrar suas atividades físicas pela manhã diminui a possibilidade de abandonar o hábito de treinar. Além disto treino pela manhã acelera o organismo para o restante do dia.

Período tarde: o corpo normalmente atinge sua temperatura mais alta no período da tarde. É possível notar que há um aumento da força e flexibilidade, que pode ajudar a reduzir o risco de lesões.

Leia também:  Conheça as tendências de acessórios que são a aposta do momento | Moda e Beleza

Período noite: ideal para quem não gosta de dormir cedo, bom para quem trabalha o dia todo e precisa desligar do trabalho. Alguns estudo monstras que treinar a noite se torna menos desgastante.

# Cinco regras básicas, por Marcio Lui
1. Pense que o seu corpo do verão é construído no inverno. Então para chegar bem no verão, você precisa treinar sim.
2. Procure fazer pequenos desafios de treinos com namorado, amigo ou alguém da família. Fazendo isto você se sentirá motivado.
3. Tente fazer treinos diferenciados assim você não entra na rotina
4. Pausa entre exercícios devem ser menores, o corpo esfria rápido e com isto você pode perder a motivação
5. Lembre-se que temperaturas baixas fazem com que a sensação de perda de líquidos seja menor, mais isto é impressão. Deve-se ingerir líquidos ainda maior, já que o tempo seco aumenta o risco de desidratação.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.