Delegacia de Barra - Foto: PJC
Delegacia de Barra – Foto: PJC

Um menor infrator foi apreendido pela Polícia Civil por efetuar disparos no prédio da 1ª Delegacia de Polícia Civil e da Delegacia da Mulher de Barra do Garças, na noite do dia 4 de maio. A apreensão do adolescente K.M.V, 17 anos, ocorreu nesta quarta-feira (27), na cidade Montes Claros, no estado de Goiás.

O infrator é apontado como o autor dos disparos e também de vários roubos cometidos na cidade. Ele também responde por tentativa de homicídio praticada contra o próprio pai e homicídio ocorrido em Cuiabá. “É a pessoa que atirou contra a delegacia. Ele já se encontra em Barra do Garças. Seu comparsa já foi identificado e estamos em diligência para prendê-lo”, afirmou o delegado Wilyney Santana Borges, que está respondendo pela Regional de Barra do Garças.

Leia também:  Motociclista fica ferida após colisão na Fernando Corrêa

O menor é morador de Barra do Garças e depois do evento criminoso fugiu para casa da avó, na zona rural de Montes Claros (GO).

As investigações são da 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças, sob a coordenação dos delegados Renado Resende e Adriano Marcos Alencar, junto as equipes de investigadores e escrivães.

Disparos

Dois suspeitos de jaquetas escuras e capacetes, em uma motocicleta, se aproximaram e o garupa efetuou um tiro contra a porta de blindex, da entrada da 1ª DP. O veículo arrancou e foi efetuado o segundo disparo contra a Delegacia da Mulher, atingindo a janela do banheiro. A unidade fica ao lado da 1º DP.

No momento do disparo contra a 1ª DP, onde também funciona da Central de Flagrante, era lavrado flagrante de violência doméstica, e havia uma vítima e dois policiais na receptação. Ninguém ficou ferido.

Leia também:  Criminoso aponta arma para vítima durante assalto em frente a universidade

Segundo informações do boletim de ocorrência, os disparos ocorreram depois que os dois suspeitos furaram o bloqueio da Polícia Militar na barreira que ocorria em cima da ponte, iniciando a perseguição policial. Durante a perseguição, os suspeitos pararam e efetuaram os tiros. A guarnição da PM continuou em perseguição, porém, o pneu da viatura estourou, vindo a perder os suspeitos de vista.

A arma usada foi um revólver calibre 38.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.