Cerca de 70 baleias foram encontradas mortas na região de Aysén, no sul do Chile, informou o Serviço Nacional de Pesca (Sernapesca). Incidente acontece menos de um ano depois que mais de 330 animais ficaram encalhados em uma área remota da Patagônia chilena.

Foto: Sernapesca / AFP
Foto: Sernapesca / AFP

“São menores dos que observamos na vez anterior”, disse o diretor do Sernapesca, José Miguel Burgos. Elas estão em um lugar mais acessível, o que permitirá um processo de inspeção nos próximos dias.

As autoridades afirmaram que os animais morreram há mais de dois meses, mas que os cadáveres ainda estão inteiros, por isso, eles estão otimistas de poder realizar autópsias para descobriu o que provocou as mortes.

Leia também:  Itália investiga roubo de relíquias com sangue do Papa João Paulo II

“A primeira coisa que temos que investigar é se houve intervenção humana ou não”, afirmou Burgos.

Embora tenha sido complicado determinar o que provocou o primeiro encalhe maciço, devido ao avançado estado de decomposição dos animais quando foram encontrados, os cientistas apontaram a “maré vermelha”, uma floração de algas nocivas, como a causa mais provável.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.