Quarenta novos investigadores designados ao polo de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá) foram apresentados oficialmente em cerimônia realizada pela Regional de Sinop, na terça-feira (05). Os policiais civis recém-formados foram distribuídos nas delegacias com maior defasagem de efetivo e também para as regiões que necessitavam de reforço na repressão de crimes, como os municípios de Sinop e Sorriso.

Foto: Divulgação / PJC
Novos investigadores pretende acabar com defasagem de efetivo – Foto: Divulgação / PJC

O delegado regional, Sérgio Ribeiro, informou que dez investigadores foram lotados no município de Sinop, oito em Sorriso, dois em Feliz Natal, três em União do Sul, três em Claúdia, um em Nova Ubiratã e um em Tapurah. Além dos novatos, a regional também recebeu policiais de remanejamentos internos, possibilitando a renovação do efetivo local.

Leia também:  Dupla é detida suspeita de assassinarem PM que trabalhava como motorista de uber

“Essa reposição do efetivo foi à maior dos últimos anos. O Governo acertou nessa recomposição. Não adianta termos viaturas e armamento se não temos gente para usar”, declarou o delegado.

A Regional de Guarantã do Norte, que foi criada após a abertura do edital do concurso de 2013, recebeu parte dos investigadores. As delegacias desse polo pertenciam à regional de Sinop, antes da criação das Regiões Integradas de Segurança Pública (Risp).

Conforme Araújo, com os novos policiais a Regional conseguirá potencializar as investigações para repressão aos roubos em Sorriso; implementar atendimento diferenciado às vítimas de violência doméstica em Sinop e também fortalecer o núcleo de inteligência, que dá suporte a todas delegacias do polo.

Leia também:  Acusado de roubo em Jaciara tem prisão cumprida em Poconé

Para auxiliar no pronto-atendimento de crimes de roubos, latrocínio e homicídios será implantado na Regional o Grupo Armado de Respostas Rápidas (Garra), com oito policiais, que estarão auxiliando no preventivo e repressivo.

O delegado acredita que o incremento no efetivo da Polícia Civil surtirá efeito na redução dos crimes. Em Sinop, os homicídios tiveram redução de 38% neste ano e a Regional está em 3ª lugar no Estado com diminuição em 20% dos assassinatos.

O esclarecimento dos crimes também apresenta alta taxa em Sinop. A Polícia Judiciária Civil registrou 21 homicídios e destes 19 estão solucionados, com os autores identificados nos inquéritos policiais.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.